> > >

Pesquisar este blog

terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

VA - WE

DESTINO ETERNO DO HOMEM - O homem foi desde sua criação destinado ao céu. 
No entanto, por sua desobediência foi-lhe cassado o direito de ali entrar. 
É por isso que Cristo afirma 
"Ninguém subiu ao céu senão aquele que desceu do céu, o Filho do Homem que está no céu" (São João 3,13). 
Porém Jesus nos mereceu, através de sua Paixão e morte na Cruz, que pudéssemos retornar à Casa do Pai. 
E Onde é que estavam as almas dos justos antes da morte e ressurreição de Jesus? É ele que diz: 
"Ora, aconteceu morrer o mendigo e ser levado pelos anjos ao seio de Abraão. Morreu também o rico e foi sepultado". (São Lucas 16,22). 
Vê-se por aí, logo após a morte, que a sorte dos dois já estava selada. 
O mau foi para o inferno e o bom foi para o "seio de Abraão" que é o lugar onde se encontravam os justos porque carregavam a culpa do pecado original. 
Mas alguns dizem que criancinhas não têm pecado. 
Então, por que Cristo diz que elas também não entraram na presença de Deus? 
Lógico: elas portavam a culpa de nossos primeiros pais.


va - VATICANO


vaSANTA SÉ - Vaticano, Biblioteca, museus, Cidade do Vaticano, Cúria Romana, documentos e informações sobre papas e serviços de informação: VATICAN

vaANTÍOCO - VER igANTÍOCO

vaBANCO DO - REVISTA: Finanças 18/7/2008 - Crise nas finanças do Papa - Vaticano tem Déficit de de ? 9 milhões. Culpa de quem? Do câmbio e do conturbado cenário mundial
ANA CLARA COSTA

HÁ PRECISAMENTE um ano, a revista italiana L’Espresso publicou uma festiva reportagem de capa sobre a retomada financeira do Vaticano sob o comando de Joseph Ratzinger, o Papa Bento XVI. "Benedetto tesoretto", o título da matéria, dava o tom da virada. O pulso firme do Papa havia colocado em ordem as finanças católicas, tão penalizadas nos últimos tempos de vida de João Paulo II, seu antecessor. Um ano depois, as coisas mudaram. Em 9 de julho passado, o Vaticano anunciou seu balanço oficial: um déficit líquido de € 9 milhões (R$ 22,7 milhões) em 2007. Um revés considerável frente ao ano anterior, quando o superávit chegou a € 2,4 milhões. O que terá acontecido?
O chefe das finanças do Estado do Vaticano, arcebispo Velasio de Paolis, atribuiu o mau resultado à queda do dólar e à crise financeira global. "Isso se deve à repentina mudança no cenário econômico e às oscilações do câmbio", afirmou, em documento oficial. Em ativos financeiros, a Santa Sé obteve lucros de apenas € 1,4 milhão, cerca de 10% dos € 13,7 milhões do ano anterior. E os veículos de comunicação do Vaticano fecharam com € 14 milhões no vermelho. Isso tudo, apesar de receitas totais de € 236,7 milhões. O Papa de "ouro" pode estar perdendo o brilho.
Se o Vaticano fosse uma companhia de capital aberto, suas ações possivelmente estariam derretendo na Bolsa de Valores. Mas como não é o caso, o papa Bento XVI está na Austrália participando da Jornada Mundial da Juventude e tentando angariar novos devotos capazes de incrementar as doações para a Igreja Católica. Estas, por sinal, caíram de € 74,6 milhões em 2006 para € 50,8 milhões em 2007.
Não se sabe exatamente o tamanho da riqueza acumulada pela Igreja Católica após mais de 2.000 anos de cristianismo. O fato é que, apesar de riquíssimo, o Vaticano tradicionalmente não tem sido um Estado rentável. Em 1993, após 23 anos de déficits acumulados e com uma projeção de prejuízos de mais de US$ 26 milhões, o Papa João Paulo II decidiu fazer um apelo às dioceses de todos os países para que incrementassem suas doações. Chamada de Óbolo de São Pedro, a contribuição é feita anualmente no dia 29 de junho. "Nessa época foi criada uma comissão interna de cardeais que propôs mudanças de gestão. Eles também propagaram o estímulo à doação e uma revisão na administração patrimonial da Igreja", explica o padre José Oscar Beozzo, teólogo da PUC-SP.
Os maiores doadores da Igreja em 2007 foram as dioceses dos Estados Unidos e da Alemanha. O Brasil, apesar de ser considerado o maior País católico do mundo, não consta como grande doador. "O brasileiro nunca foi de sustentar muito a Igreja, diferentemente do norte-americano, que doa também para universidades e fundações", analisa Beozzo.


http://www.terra.com.br/istoedinheiro/edicoes/564/artigo96433-1.htm


vaBIBLIOTECA - SANTA SÉ - Vaticano, Biblioteca, museus, Cidade do Vaticano, Cúria Romana, documentos e informações sobre papas e serviços de informação: BIBLIOTECA

vaCALÚNIAS - CALÚNIAS CONTRA A IGREJA


vaCIDADES - COM SETE COLINAS -




KIEV - http:/

Tem até algumas cidades brasileiras com sete colinas.

E não se esqueça: Jerusalém é também uma dessas cidades. As sete colinas são:

1.) monte Gared;
2.) monte Goath;
3.) monte Acra;
4.) monte Bezetha;
5.) monte Moriah;
6.) monte Ophel;
7.) monte Zion.

Às vezes, alguns substituirão os primeiro quatro com o Monte das Oliveiras, Monte da Ofensa, Monte do Mau Conselho e Monte Calvário.

vaMARCINKUS - e outros nomes citados pelos protestantes - MARCINKUS - VER "meBISPO"

vaRIQUEZA - O que dizer da riqueza da Igreja?

Quem fala da riqueza da Igreja é porque não conhece a Igreja, sua missão, suas necessidades, etc. A única Instituição que está no mundo inteiro, por mandato de Deus, com o fim de salvar a todos, é a Igreja. É claro que para cumprir essa missão, ela precisa de dinheiro. Já pensou manter um Núncio Apostolico e um Nunciatura em cada país de mundo; mais de 200, quanto não custa isto! Além do mais, eu acho que o único Chefe de Estado da Terra que não tem um avião a sua disposíção é o Santo Padre, que viaja pela Alitália. Os bens do Vaticano (que aliás se resume a 0,44 km quadrados) foram doados por pessoas que gostavam da Igreja. Hoje formam o Museu do Vaticano; que é um bem da Humanidade, Patrimônio da Humanidade, como Ouro Preto, Roma, etc. etc, etc. Não são bens vendáveis. Pertence a toda a Cristandade. Todo ano o jorna do Vaticano publica as contas da Santa Sé; sempre deficitária. A Igreja, até 1870 tinha um Estado Pontifício, boa parte da Itália; pois bem isto lhe foi arrancado violentamente mediante a guerra de unificação da Itália, por Vitor Emanuel II. Restou à Igreja os 0,44 km quadrados de terra. A riqueza do Vaticano é portanto, histórica, e não financeira.
Felipe Aquino

vaSANTA SÉ - Vaticano, Biblioteca, museus, Cidade do Vaticano, Cúria Romana, documentos e informações sobre papas e serviços de informação: 



vd - VIDA ETERNA



vdDESTINO ETERNO DO HOMEM - O homem foi desde sua criação destinado ao céu. 

No entanto, por sua desobediência foi-lhe cassado o direito de ali entrar. 

É por isso que Cristo afirma 

"Ninguém subiu ao céu senão aquele que desceu do céu, o Filho do Homem que está no céu" (São João 3,13). 

Porém Jesus nos mereceu, através de sua Paixão e morte na Cruz, que pudéssemos retornar à Casa do Pai. 

E Onde é que estavam as almas dos justos antes da morte e ressurreição de Jesus? É ele que diz: 

"Ora, aconteceu morrer o mendigo e ser levado pelos anjos ao seio de Abraão. Morreu também o rico e foi sepultado". (São Lucas 16,22). 

Vê-se por aí, logo após a morte, que a sorte dos dois já estava selada. 

O mau foi para o inferno e o bom foi para o "seio de Abraão" que é o lugar onde se encontravam os justos porque carregavam a culpa do pecado original. 

Mas alguns dizem que criancinhas não têm pecado. 

Então, por que Cristo diz que elas também não entraram na presença de Deus? 

Lógico: elas portavam a culpa de nossos primeiros pais.



vdGLÓRIA - NA VIDA ETERNA - na Vida Eterna nossos corpo serão cheios de Glória- "..que transformará nosso mísero corpo, tornando-o semelhante ao seu corpo glorioso, em virtude do poder que tem de sujeitar a si toda criatura." (Filipenses 3, 21)


vdIMORTALIDADE - 1 - "Disseram-lhe os judeus: Agora vemos que és possuído de um demônio. Abraão morreu, e também os profetas. E tu dizes que, se alguém guardar a tua palavra, jamais provará a morte..." (São João 8,52)

vdIMORTALIDADE - 2 - "Porque estais mortos e a vossa vida está escondida com Cristo em Deus." (Colossenses 3,3).

vdIMPERFEITO DESAPARECERÁ - "Quando chegar o que é perfeito, o imperfeito desaparecerá." (1 Cor,13,10) "Agora, o meu conhecimento é limitado, mas depois eu conhecerei como eu sou conhecido." (1Cor 13,12)"

vdMORTOS - DEPOIS DESTA VIDA OS HOMENS ADORARÃO A DEUS - "Todos os que dormem no seio da terra o adorarão; diante dele se prostrarão OS QUE RETORNAM AO PÓ." (Salmos 21,30)

vdMULTIDÃO COM VESTES BRANCAS - "Depois disso, vi uma grande multidão que ninguém podia contar, de toda nação, tribo, povo e língua: conservavam-se em pé diante do trono e diante do Cordeiro, de vestes brancas e palmas na mão" (Apocalipse 7,9).

vdNINGUÉM SUBIU... - "Ninguém subiu ao céu senão aquele que desceu do céu, o Filho do Homem que está no céu. (São João 3, 13)
vdREQUISITO PARA ENTRAR NOS CÉUS - "Procurai a paz com todos e ao mesmo tempo a santidade, sem a qual ninguém pode ver o Senhor." (Hebreus 12,14)


vdSEIO DE ABRAÃO - Não consta somente do Evangelho (Lc 16,22), mas também Flávio Josefo dá testemunha de sua existência: “Pois que tendes, meus filhos, a mesma fé, mostrai a mesma resolução. Como tendo diante dos olhos tais objetos, vossa piedade poderia não sair vitoriosa dos tormentos que vos são preparados? Tais as palavras dessa mulher forte que ninguém jamais poderia deixar de louvar; e elas (palavras) fizeram tal impressão no espírito desses sete irmãos, tão dignos de tê-la por mãe, que, tendo todos morrido para não faltar ao que deviam a Deus, vivem agora com ele, na companhia de Abraão, de Isaque, de jacó e dos outros patriarcas” (Flavio Josefo História dos Hebreus, Livro único capítulo 14)


ve - VERDADE



veEVANGÉLICOS (12) - Os "evangélicos" dizem:


1.- Já estou salvo e se morrer vou pro céu, nao posso perder a salvação. O Evangelho ensina:
1.- "Mas aquele que persevar até o final, esse se salvará" Mt 24,13

Os "evangélicos" dizem:
2.- Sou salvo somente pela fé, nem as obras nem a obediencia nos salvam. O Evangelho ensina: 2.- "Não todos aqueles que me dizem: Senhor, Senhor, entrarão no Reino dos Céus: mas, sim aquele que fizer a vontade do meu Pai que está nos céus. Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, mas nós não profetizamos em teu nome, e em teu nome lançamos demonios, e em teu nome fizemos muitos milagres? então lhes protestarei: "Nunca os conhecí; apartem-se de mim, servidores do mal." Mt 7,21-23 "E quando o Filho do homem venha em sua glória, e todos os santos anjos com Ele, então se sentará sobre o trono da sua glória. E serão reunidas frente a Ele todas as nações: e os separará uns dos outros, como separa o pastor as ovelhas das cabras. E colocará as ovelhas a sua direita, e as cabras a sua esquerda. Então o Rei dirá aos que estão a sua direita: Venham, abençoados do meu Pai, entrem no reino preparado para vocês desde a fundação do mundo. Porque tive fome, e me destes de comer, tive sede, e me destes de beber; fui hóspede, e me aconchegastes; estive sem abrigo e me cobristes; doente, e me visitastes; preso, e viesteis a mim." Mt 25,31-36


Os "evangélicos" dizem:
3.- Cristo não está presente na Eucaristía, isso é somente algo simbólico. O Evangelho ensina:
3.- "Eu sou o pão vivo que desceu do céu: se alguém come deste pão, viverá para sempre; e o pão que lhes darei é minha carne, a qual darei pela vida do mundo." Então os judeus discutiam entre eles, dizendo: " Como pode este dar a sua carne para comer?" Jo 6,51-52 "E Jesus lhes disse: Na verdade, na verdade lhes digo: Se não comes a carne do Filho do homem, e não bebes seu sangue, não terás vida en vós. Aquele que come minha carne e bebe meu sangue, tem vida eterna: e eu o ressucitarei no último dia. Porque minha carne é verdadeira comida, e meu sangue é verdadeira bebida. Aquele que come minha carne e bebe meu sangue, permanece em mim, e eu nele." Jo 6,53-56 "E muitos dos seus discípulos escutando-o, disseram: Dura é está palavra: quem pode ouví-la?" Jo 6,60 "Desde isto, muitos dos seus discípulos voltaram para tras, e já não andavam com Ele". Jo 6,66 "Disse então Jesus aos doze: Querem voltar atrás também? E respondendo-lhe Simão Pedro: Senhor, a quem iremos? Vocé têm palabras de vida eterna." Jo 6,67-68

Os "evangélicos" dizem:
4.- Tenho que me confessar direto com Deus, não com homens pecadores. O Evangelho ensina:
4.- "Então lhes disse Jesus outra vez: Paz a vós: como me enviou o Pai, assim também eu os envio. E como disse isso, soprou, e disse-lhes: Recebam o Espírito Santo: Aos que perdoais os pecados, ficam perdoados: e a quem lhes reterais, serão retidos." Jo 20,21-23 "Na verdade lhes digo que tudo o que vocês ligarem aqui na terra, será ligado no céu, e tudo o que desligarem na terra, será desligado no céu." Mt 18,18

Os "evangélicos" dizem:
5.- Não tenho que chamar de "Pai a ninguém", a Bíblia me proíbe. O Evangelho ensina:
5.- "Então Ele, dando sua voz , disse: Pai Abraão, tem misericordia de mim, e envia a Lázaro que molhe a ponta do seu dedo em água, e refresque minha língua; porque sou atormentado nesta chama." Lc 16,24 "Conheces os mandamentos: Não mates, não cometas adultério, não cometas roubo, não des falso testemunho. Honra ao teu pai e a tua mãe." Lc 18,20 "Me levantarei, e irei ao meu pai e lhe direi: Pai, pequei contra o céu e contra ti." Lc 15,18

Os "evangélicos" dizem:
6.- Tudo está escrito na Bíblia,se não está, não é valido O Evangelho ensina:
6.- "E tem também outras muitas coisas que fez Jesus, que se fossem escritas cada uma delas, não caberiam no mundo tantos livros que se haveriam de escrever. Amén." Jo 21,25 "E lhes disse: Vão por todo o mundo; preguem o Evangelho a toda criatura." Mc 16,15 "E eles, saindo, pregaram em todas partes, obrando". Mc 16,20
Os "evangélicos" dizem:

7.- Não temos que batizar as crianças, elas não necessitam. Aliás, se deve fazer a imersão em um rio porque Jesus Cristo recebeu o Espírito Santo quando desceu na água. O Evangelho ensina:
7.- " Respondeu Jesus: Na verdade, na verdade, te digo, que o que não nasce da água e do Espírito, não pode entrar no reino de Deus. O que é nascido da carne, carne é; e o que é nacido do Espírito, espírito é." Jo 3,5-6 "E logo, saindo da água, viu abrir-se os céus, e ao Espírito como pomba, que descía sobre Ele" Mc 1,10.

Os "evangélicos" dizem:
8.- Maria é uma mulher como as outras, não deve ser venerada pois a Bíblia não a menciona. O Evangelho ensina:
8.- "E entrando o anjo onde estava, disse, Ave, favorecidíssima! O Senhor esteja contigo: bendita tú es entre as mulheres ". Lc 1,28 "E aconteceu, que como escutou Elizabet o cumprimento de Maria, a criatura pulou em seu ventre; e Elizabet ficou cheia do Espírito Santo, E exclamou em alta voz, e disse: Bendita tú es entre as mulheres, e bendito o fruto do teu ventre". Lc 1,41-42 "Porque aqui, desde agora me dirão bem-aventurada todas as gerações". Lc 1,48

Os "evangélicos" dizem:
9.- Maria não pode fazer nada porque está morta igual aos santos, e aliás a Bíblia não diz que ela possa interceder por nós. O Evangelho ensina:
9.- "Eu sou o Deus de Abraham, e o Deus de Isaac, e o Deus de Jaco? Deus não é Deus dos mortos, senão dos vivos." Mt 22,32 "E lhes apareceu Elías com Moisés, que conversavam com Jesus." Mc 9,4 "E faltando o vinho, a mãe de Jesus lhe disse: Vinho não tem. E disse-lhe Jesus: Que tenho eu contigo, mulher? Ainda não ha chegado minha hora. Sua mãe disse aos que serviam: Façam tudo o que lhes diga... E como o mestre-sala gostou da água feita vinho". Jo 2,3-9

Os "evangélicos" dizem:
10.- Não se deve dizer as mesmas palavras ao rezar, como no terço. Repetir não é bíblico. O Evangelho ensina:
10.- "E (Jesus) voltando , orou, repetindo as mesmas palavras." Mc 14,39

Os "evangélicos" dizem:
11.- Todos os apóstolos foram iguais. Isso sobre o Papa é um invento que não está na Bíblia. Pedro foi igual aos onze. O Evangelho ensina:
11.- "E lhe trouxe a Jesus. E olhando-o, Jesus, disse: Tú es Simão, filho de Jonás: tú serás chamado Cephas (que quer dizer, Pedra)". Jo 1,42 "Mas eu também te digo, que tú es Pedro, e sobre esta pedra edificarei minha igreja; e as portas do inferno não prevalecerão contra ela. E a ti darei as chaves do reino dos ceús; e tudo o que ligares na terra será ligado nos ceús; e tudo o que desligares na terra será desligado nos ceús." Mt 16,18-19 "Disse também o Senhor: Simão, Simão, olha que Satanás pediu para crivaros como o trigo; mas eu roguei por ti para que tu fé não falte: e tú, uma vez de volta, confirma aos teus irmãos." Lc 22,31-32 "E veio e os encontrou dormindo; e disse a Pedro: Simão, dormes? Não velastes uma hora?" Mc 14,37 "E quando comeram, Jesus disse a Simão Pedro: Simão, filho de Jonás, me amas mais que estes? Disse-lhe; Sim Senhor: tú sabes que te amo. Disse-lhe: Apascenta meus cordeiros. Volta a dizer-lhe a segunda vez: Simão, filho de Jonás, me amas? Respondeu-lhe: Sim, Senhor: tú sabes que te amo. Disse-lhe: Apascenta minhas ovelhas. Disse-lhe a terceira vez: Simão, filho de Jonás, me amas? Entristeceu-se Pedro pois disse-lhe pela terceira vez: Me amas? E disse-lhe: Senhor, tú sabes todas as coisas; tú sabes que te amo. Disse-lhe Jesus: Apascenta minhas ovelhas." Jo 21,15-17

Os "evangélicos" dizem:
12.- A Igreja nao importa, somente Cristo salva. Estar em qualquer uma igreja´é a mesma coisa. O único requisito necessario é aceitar a Cristo, não a Igreja. O Evangelho ensina:
12.- " Aquele que os escuta, a mim escuta; e aquele que os despreza, a mim despreza; e aquele que a mim despreza, despreza aquele que me enviou." Lc 10,16 "Aquele que recebe a vocês, a mim me recebe; e aquele que a mim recebe, recebe ao que me enviou." Mt 10,40 "Por tanto, se teu irmão peca contra ti, vai, e redarguie-lhe entre ti e ele só: se te escuta, ganhaste ao teu irmao. Mas se não te escuta, consegue-te dois mais, para que na boca de dois ou de tres testemunhos conste toda palavra. E se não escuta a estes, diga a Igreja: e se não escutar a Igreja, considera-o como ético e publicano." Mt 18,15-17 "Mas eu também te digo, que tú es Pedro, e sobre esta pedra edificarei minha igreja; e as portas do inferno não prevalecerão contra ela." Mt 16,18 Assim irmão é tempo de nos decidir a aceitar o Evangelho Completo de Jesus Cristo tal como está e não adaptá-lo segundo o gosto de cada um. Jesus Cristo disse: "Qualquer um, pois, que escutar estas palavras, e as pratica, o compararei a um homem prudente, que edificou sua casa sobre a Rocha" Mt 7,24 Se você é evangélico, esse é o convite por parte do Nosso Senhor. Se você é católico, esse é o convite por parte do Nosso Senhor. Vive-o para ser um auténtico cristão. Da minha parte, como católico, em vez do credo dos grupos evangélicos, melhor prefiro o ensinamento do Evangelho. Mesmo que ao dizer isto aconteça como o Apóstolo Paulo disse: "Me hei tornado inimigo de vocês por haver dito a verdade?" Gal 4,16 Que a Virgem Maria interceda por cada um de nós para que sejamos fiéis ao Evangelho do seu Filho Jesus Cristo e ser fiéis a Igreja que Ele fundou: a Católica. Autor Martín Zavala, Misioneros de la Palabra
http://www.blogger.com/www.defiendetufe.org y librería Misión 2000
http://www.blogger.com/www.defiendetufe.com Deus continue te abençoando em abundância.



vi - VINHO



viEMBRIAGA - "Eles embriagar-se-ão com o seu sangue como com vinho novo" (Is 49,26)



vs - VISÃO BEATÍFICA DE DEUS



vsCIDADE SANTA - "Os sepulcros se abriram e os corpos de muitos justos ressuscitaram. Saindo de suas sepulturas, entraram na Cidade Santa depois da ressurreição de Jesus e apareceram a muitas pessoas" (São Mateus 27,52-53)


vsDEPOIS DESTA VIDA - "Sim, estamos cheios de confiança, e preferimos deixar a mansão deste corpo par ir morar junto do Senhor" (2Cor 5,8 - v. também Fl 1,23)


vsDEUS DE VIVOS - "Ele não é Deus de mortos, senão de vivos. Portanto, estais muito errados" (São Marcos 12,27)

vsMOISÉS - "Eis que dois homens conversavam: eram Moisés e Elias que, aparecendo envoltos em glória, falavam de sua partida que iria se consumar em Jerusalém" (Lc 9,30-31)


vsVISÃO DO ESPÍRITO DE CRSITO - " ... mas [Cristo] foi vivificado quanto ao espírito. É neste mesmo espírito que ele foi pregar aos espíritos que eram detidos no cárcere, àqueles que outrora, nos dias de Noé, tinham sido rebeldes..." (I São Pedro 3,18-19)

we - WETTE


wePROTESTANTE - AUTOR PROTESTANTE - "De Wette era um autor protestante que colecionou significantes frases de Lutero em vários volumes"


IR PARA:<-^

domingo, 1 de fevereiro de 2009

SI - TR


SINAL DA CRUZ - TAV - "Percorre a cidade, a saber, Jerusalém, e assinala com uma cruz [tav] a testa dos homens que estão gemendo e chorando por causa de todas as abominações que se fazem no meio dela" (Ez 9,4) "Percorrei a cidade atrás dele [o que assinalava as testas com o "tav"] e feri. 


Não mostreis olhar de compaixão nem poupeis a ninguém. Velhos, moços, virgens, crianças, mulheres, matai-os, entregai-os ao exterminador. Mas não toqueis ninguém daqueles que trouxerem o sinal da cruz [tav]. Começai pelo meu santuário". (Ez 9,5-6)

si - SINAIS - (milagres, prodígios e portentos)

siATUAIS ENTRE OS JUDEUS d.C. - "Milagres continuam acontecendo, todos os dias. Todos nós conhecemos ou vivemos uma estória real com o miraculoso toque divino. Talvez sem os "efeitos especiais" de milagres do passado... Talvez sem uma visão especial nossa, sem que os percebamos como tais... Não vemos o Mar Vermelho se abrindo, nem um pouquinho de óleo ardendo por 8 dias. A ciência avança e responde a um número crescente de questões sobre o funcionamento do universo. O homem pode reproduzir embriões in vitro e explicar a reprodução - mas não pode explicar o que é a vida: por que um óvulo fertilizado transforma-se num ser humano? Cientistas desvendam segredos da sexualidade - mas não podem explicar o amor! Por mais que se avance nas origens do universo, a ciência não responde: e antes do antes.

http://www.visaojudaica.com.br/Dezembro2003/Artigos%20e%20reportagens/milagres.htm 

EM RESUMO - MILAGRES VERDADEIROS SOMENTE NA IGREJA CATÓLICA


siAUTENTICAM OS FIÉIS DE CRISTO - "Estes são os sinais que acompanharão aos que tiverem crido; em meu nome expulsarão demônios, falarão em novas línguas, pegarão em serpentes, e se beberem algum veneno mortífero, nada sofrerão; imporão as mãos sobre os enfermos, e estes ficarão curados" (Mc 16,17-18)

siDA CRUZ - BRAÇOS EM CRUZ - EFICÁCIA - "Mas como se fatigassem os braços de Moisés, puseram-lhe uma pedra por baixo e ele assentou-se nela, enquanto Aarão e Hur lhe sustentavam as mãos de cada lado: suas mãos puderam assim conservar-se levantadas até o pôr-do-sol..." (Êxodo 17,12)

siDA CRUZ - HIPÓLITO DE ROMA - "Durante a tentação, fazei piedosamente na fronte, o sinal da cruz, pois este é o sinal da Paixão reconhecidamente provado contra o demônio, desde que feito com fé e não para vos exibir diante dos homens, servindo eficazmente como um escudo: o Adversário, vendo quão grande é a força que sai do coração do homem que serve o Verbo (pois mostra o sinal interior do Verbo projetado no exterior), fugirá imediatamente, repelido pelo Espírito que está no homem. Era isso que o profeta Moisés representava através do cordeiro morto na Páscoa e ensinava ao aspergir o sangue nos batentes das portas: simbolizava a fé que agora se encontra em nós, ou seja, a fé no Cordeiro perfeito. Ora, persignando-nos na fronte e nos olhos com a mão, afastamos tudo aquilo que tenta nos destruir. (Mártir - nasceu na segunda metade do século II - Parte III - Outros Temas e Práticas)

siDA CRUZ - TAV - "Percorre a cidade, a saber, Jerusalém, e assinala com uma cruz [tav] a testa dos homens que estão gemendo e chorando por causa de todas as abominações que se fazem no meio dela" (Ez 9,4) "Percorrei a cidade atrás dele [o que assinalava as testas com o "tav"] e feri. Não mostreis olhar de compaixão nem poupeis a ninguém. Velhos, moços, virgens, crianças, mulheres, matai-os, entregai-os ao exterminador. Mas não toqueis ninguém daqueles que trouxerem o sinal da cruz [tav]. Começai pelo meu santuário". (Ez 9,5-6)
NOTA: No alfabeto antigo, o "tav" tinha exatamente a forma de cruz.l"

siDA CRUZ - VITÓRIA SOBRE O INIMIGO - "Espoliou os principados e potestades, e os expôs ao ridículo, triunfando deles pela cruz" (Colossenses 2,15)

siENGANADORES - "A manifestação do ímpio será acompanhada, graças ao poder de Satanás, de toda a sorte de portentos, sinais e prodígios ENGANADORES" (II Tss 2,9)

siENGANADORES - "Ora, a vinda do ímpio será assinalada pela atividade de Satanás, com toda sorte de portentos, milagres e prodígios MENTIROSOS, e por todas as seduções da injustiça, para aqueles que se perdem, porque não acolheram o amor de verdade, a fim de serem salvos." (2Tss 2,9-10)

siENGANADORES - "Porque se levantarão falsos cristos e falsos profetas, que farão sinais e portentos para seduzir, se possível for, até os escolhidos"! (São Marcos 13,22)

siENTRE OS JUDEUS (ÚLTIMOS) a.C. - "Chanucá é uma festa que celebra milagres. Em 25 de kislev de 165 a.e.c. os macabeus entraram no Templo e voltaram a dedicá-lo ao serviço de D-us.

No Talmud lemos:

"Quando os hashmoneus venceram os gregos, fizeram uma busca no Templo e encontraram somente um frasco de azeite intacto e inviolado com o selo do Cohen Há-Gadol.

Continha azeite suficiente para iluminar um dia, mas ocorreu um milagre e a menorá permaneceu acesa durante oito dias. Um ano depois, a data foi designada festividade em que se recita o Halel e oração de graças" (Shabat 21b).


siESTA GRAÇA PODE SER REJEITADA - "Apesar de ter realizado tantos sinais diantes deles, não creram nele" (Jo 12,37)

siFALSOS MILAGRES - CASO LEMGRUBER: Este outro foi encontrado no CANAL DA IMPRENSA, criação de Lisandro Staut:
Em 1981, surgia Roberto Lemgruber. Na verdade, ela era mais milagreiro que pregador. Curava cegos, surdos e mudos e aumentava audiência do programa "O Povo na TV", no então recém-nascido SBT. Até que alguém descobriu o farsante. Suas curas não eram verdadeiras. Lemgruber fez seu último "milagre" e desapareceu.

siIDENTIFICADORES DA MENSAGEM DE SALVAÇÃO - "... comprovando-a o próprio Deus por sinais, prodígios, milagres e pelos dons do Espírito Santo, repartidos segundo a sua vontade?" (Hebreus 2,4)

siIDENTIFICADORES - 1 - DE JESUS - "... Rabi, sabemos que és um Mestre vindo de Deus. Ninguém pode fazer esses milagres que fazes, se Deus não estiver com ele" (São João 3,2)

siIDENTIFICADORES - 2 - DE JESUS - "Israelitas, ouvi estas palavras: Jesus de Nazaré, homem de quem Deus tem dado testemunho diante de vós com milagres, prodígios e sinais que Deus por ele realizou no meio de vós como vós mesmos o sabeis... " (Atos dos Apóstolos 2,22)

siIDENTIFICADORES - 3 - DOS APÓSTOLOS - "Os sinais distintivos do verdadeiro apóstolo se realizaram em vosso meio através de uma paciência a toda prova, de sinais, prodígios e milagres" (II Coríntios 12,12)

siIDENTIFICADORES - 4 - DOS LEGÍTIMOS ENVIADOS DE CRISTO - "Os discípulos partiram e pregaram por toda parte. O Senhor cooperava com eles e confirmava a sua palavra com os milagres que a acompanhavam"(São Marcos 16,20)

siMILAGRES - 1 - PROTESTANTES? SE NÃO FOR MENTIRA... - "O poder de DEUS! (http://www.relatorioalfa.com/ - Mens.remetida por Michael em 22/07/04)
Não vou discutir, o que tenho são provas.Só um exemplo,entre imfinitos, em Londrina mora um homem que nasceu com "trisomia no cromossomo 21" (síndrome de dwaon) doença sem cura ( para os homems, não para JESUS!!! Que EXISTIU SIM). Sua mãe como cristã (e não catolica, que e algo bem diferente, mas não vou discutir isto) fez uma oração ao único DEUS, falou ,ou o SENHOR cura meu filho ou então leve-o.
Hoje, Davi Silva esta curado, tem dois filhos (A trisomia no cromossomo 21 torna o portador estéril) serve a DEUS em um minitério chamado "casa de davi" (apenas uma cristocidensia com o seu nome).
Em um exame feito por professores de medicina da UEL ( Universidade Estadual de Londrina) foi comprovado ele tem corpo de um portador mas não É!!! Isto sim è cristianismo!!!
Para saber se oque escrevi é verdade ou não. visite o site- http://www.blogger.com/www.casadedavi.com.br. Isto é tudo, o foto é que JESUS esta ai so não acredita quem não quer!!! Professores de medicina da UEL - Comissão interconfessional ou somente professores protestantes?

siMILAGRES - 2 - "Toda a multidão dos discípulos começou, alegremente, a louvar a Deus, com voz forte por todos os milagres que eles tinham visto" (Lc 19,37),

siMILAGRES - 3 - ATÉ MAIORES - "... Quem crê em mim fará as obras que faço e fará até maiores do que elas, porque vou para o Pai" (Jo 14,12)

siMILAGRES - 4 - VERDADEIROS - FENÔMENOS EXTRAORDINÁRIOS - Diante de qualquer fenômeno que escapa à normalidade, com seus 2000 anos de história, a Igreja Católica, "especialista em humanidade" como dizia Paulo VI, recomenda que, primeiro de tudo, se ouça a ciência.
É ingênuo atribuir à intervenção divina a produção de um fenômeno para o qual a ciência apresenta explicação suficiente. Se para matar um mosquito eu posso usar um jato de inseticida, não há por que recorrer a um missil antiaéreo. Assim, não se deve ir logo vendo milagre em qualquer fato, por mais estranho que pareça.
Milagres acontecem e a Igreja é a primeira a reconhecer a sua existência. Deus é todo-poderoso, isto é, seu poder não conhece limites. Não há nada, portanto, impossível para ele. Milagre é a intervenção direta do Criador, que suspende, naquele caso, o funcionamento de uma lei natural (fogo queimar, câncer provocar destruição de células, paralisia impedir locomoção, morte levar à decomposição do corpo...).
Comprovada a existência do fato e excluída toda possível explicação científica, ainda resta longo caminho a percorrer. Para concluir que houve milagre, há uma série de requisitos a serem satisfeitos. De forma bem resumida, só para exemplificar:
DA PARTE DE DEUS EXIGE-SE QUE HAJA:
- Intervenção divina como única explicação possível,
- razão suficiente para a suspensão, nesse caso, da lei natural,
- clareza sobre a intenção de Deus ao realizar o milagre,
- proporção entre a intervenção sobrenatural de Deus e os efeitos obtidos,
- ligação íntima do fenômeno com o projeto divino revelado por Jesus Cristo,
- endosso divino à santidade da pessoa humana envolvida no fato e às circunstância em que ele se realiza...
DA PARTE DO AMBIENTE E DAS PESSOAS LIGADOS AO FENÔMENO EXIGE-SE:
- vida exemplar da pessoa que justifique o aval de Deus, único autor de milagres,
- normalidade psíquica, equilíbrio emocional, inteligência suficiente e reta intenção,
- obediência à Igreja e acatamento de seus legítimos pastores (em medicina eu acato o médico; em engenharia, o engenheiro; em religião eu vou decidir o que me convém?)
- contexto de prática religiosa, bons costumes e exercício das virtudes cristãs,
- ligação íntima com as orientações da Igreja,
- conseqüente crescimento espiritual e melhora na vida familiar comunitaria,
- participação ativa e consciente na Igreja local...

siMILAGRES - 5 - VERDADEIROS E IGREJA CATÓLICA - É somente na Santa Igreja Católica que acontecem milagres verdadeiros capazes de serem examinados pelos mais sofisticados meios de análises sem que se posssam identificar quais os agentes naturais que os produziu. Em contrapartida, em todos os demais grupos religiosos, nunca se obteve passar por esta prova uma único de seus milhares de "milagres" sem que se descubra que tudo não passa de maracutaia ou de enganos.
Com efeito, o catolicismo jamais falhou em tudo o que ensina. Os céus confirmam tudo o que ensina, pois ele é a única Igreja instituída por Cristo Jesus.

siMOTIVO PARA CRER - " 'Que faremos? Esse homem realiza muitos sinais. E o deixarmos assim, todos crerão nele...' " (Jo 11,47-48)

siEFICÁCIA - SANGUE DO CORDEIRO: - "Tomarão do seu sangue e pô-lo-ão sobre os dois marcos e a travessa da porta... quando eu vir o sangue, passarei adiante e não haverá entre vós o flagelo destruidor..." (Êx 12, 7.13);
FARINHA: "Então Eliseu disse: 'Trazei-me farinha'. Jogou farinha na panela e disse: 'Serve aos homens, para que comam'. E já não havia nada de nocivo na panela [envenenada].
ÁGUA DO RIO JORDÃO - Por ordem de Eliseu Naamã se lava sete vezes no rio Jordão e fica curado da lepra. (2R cap. 5).
PEDAÇO DE MADEIRA: Eliseu joga um pedaço de madeira na água e um machado que havia ali caído veio à tona (2R 6 1-7)
OSSOS DE ELISEU - Um cadáver que fora jogado sobre os ossos de Eliseu ressuscita (2R 13,21)
SINAL DA CRUZ - "Velhos, jovens, moços, moças, crianças e mulheres, matai todos até o total extermínio; precavei-vos, todavia, de tocar em quem estiver assinalado por uma cruz. Começai por meu santuário. Começaram pelos anciãos que encontraram defronte ao templo..." (Ezequiel 9,6)
Em tudo o que foi dito se vê que Deus se serve de sinais para indicar sua graça e proteção. Os católicos estão certos quando os usa, principalmente o SINAL DA SANTA CRUZ.[/b],

siPRODÍGIOS - "Jesus, o Nazareu, foi por Deus aprovado diante de vós com milagres, prodígios e sinais, que Deus operou por meio dele entre vós, como bem o sabeis" (At 2,22)

siPROFECIAS - 1 - VISÕES - SONHOS - PRODÍGIOS - "Sucederá no últimos dias, diz o Senhor, que derramarei do meu Espírito sobre toda carne. Vossos filho e vossas filhas profetizarão, vossos jovens terão visões e vossos velhos sonharão. Sim, sobre meus servos e minhas servas derramarei do meu Espírito. farei aparecerem prodígios em cima, no céu, e sinais embaixo, sobre a terra... " (At 2,17-19)

siPROFECIAS - 2 - VERDADEIRAS - "Quando o profeta tiver falado em nome do Senhor, se o que ele disse não se realizar, é que essa palavra não veio do Senhor. O profeta falou presunçosamente. Não o temas. (Dt 18,22)

siPROFECIAS - 3 - VERDADEIRAS - "Quanto ao profeta que predisse a felicidade, somente quando seu oráculo se realizar, poder-se-á saber se ele é realmente um enviado do Senhor." (Jr 28,9)

siROLO EM MANDAGUARI - PR - O caso seguinte foi relatado pelo Marcelo, de Campo Largo-PR., da Igreja Quadrangular, em 30/9/2003, neste mesmo fórum (CGF):
"Bom, quem diz sobre armações em igrejas pentecostais não são as demais igrejas, mas sim a polícia. Lembro-me bem do caso de um "pastor" em mandaguari PR, que um dia armou uma "tenda", "A Tenda do Senhor".
Começaram os milagres... Gente que andava, gente que ouvia, gente que arrumava emprego, até que um dia o tal pastor foi preso.
Motivo : Tentou pagar para dois homens simularem um milagre. Azar, os dois eram policiais que estavam já no encalço do dito cujo há alguns meses.

siSANTA QUE CHORA - Leo L.S.: - "Meus olhos e coração estão abertos para Deus, mas fechados para a religião dos homens".
================================

É o que você pensa. Não são esses os pensamentos de Deus nem tão-pouco as escrituras apoiam este proceder que é o mesmo dos cegos fariseus e doutores da lei. Veja como a Bíblia aprecia este comportamento:
"Apesar de ter realizado tantos sinais diantes deles, não creram nele" (Jo 12,37)
Assim, Deus opera tantos milagres na Igreja Católica de tal forma que não se pode deles duvidar. Não obstante, você desacredita estes que têm toda a característica de verdadeiros e aceita aqueles que mais se parecem com obras de saltimbancos e que não resistem a nenhum sério exame.
Enquanto os pastores evangélicos se recusam submeter os seus "milagres" ao severo exame dos cientistas, a Igreja Católica, pelo contrário, os procura e determina que tudo seja analisado pelos peritos mais "notáveis".
Por que fogem? Do que têm medo?
Nós católicos não temos medo da verdade. Se há enganos recusamo-nos ficar com ele e olhe que já foram desmistificados muitos falsos milagres dentro da Igreja Católica. Em compensação foram milhares e milhares de casos a que os cientistas tiveram de reconhecer que tais fenômenos eram inteiramente inexplicáveis!
Veja um caso acontecido aqui em Maringá - PR:
"Já há algum tempo vem-se divulgando notícias e comentários a respeito de uma imagem de Nossa Senhora Aparecida que estaria vertendo líquido considerado como lágrima humana, embora em volume excessivamente abundante. Número crescente de pessoas, conforme se divulga acorre à residência do Jardim Liberdade onde acontece o fenômeno, visto por alguns como sobrenatural. Há alguém que relate casos como milagres. Tanto o arcebispo quanto os padres têm respondido questões formuladas pelos meios de comunicação. A pedido de dom Anuar, transcrevemos o artigo do porta-voz da arquidiocese, padre Orivaldo Robles publicado no jornal HOJE, edição 7/agosto/2005:
"Os Fenômenos Extraordinários
Diante de qualquer fenômeno que escapa à normalidade, com seus 2000 anos de história, a Igreja Católica, "especialista em humanidade" como dizia Paulo VI, recomenda que, primeiro de tudo, se ouça a ciência. É ingênuo atribuir à intervenção divina a produção de um fenômeno para o qual a ciência apresenta explicação suficiente. Se para matar um mosquito eu posso usar um jato de inseticida, não há por que recorrer a um míssil antiaéreo. Assim, não se deve ir logo vendo milagre em qualquer fato, por mais estranho que pareça.
Milagres acontecem, e a Igreja é a primeira a reconhecer a sua existência. Deus é todo-poderoso, isto é, seu poder não conhece limites. Nada há, portanto, impossível para ele. Milagre é a intervenção direta do Criador, que suspende, naquele caso, o funcionamento de uma lei natural (fogo queimar, câncer provocar destruição de células, paralisia impedir locomoção, morte levar a decomposição do corpo...).
Comprovada a existência do fato e excluída toda possível explicação científica, ainda resta longo caminho a percorrer. Para concluir que houve milagre há uma série de requisitos a serem satisfeitos. De forma bem resumida, só para exemplificar:

Da parte de Deus exige-se que haja:

• - Intervenção divina como única explicação possível,
• - Razão suficiente para a suspensão, neste caso, da lei natural,
• - Clareza sobre a intenção de Deus ao realizar o milagre,
• - Proporção entre a intervenção sobrenatural de Deus e os efeitos obtidos,
• - Ligação íntima do fenômeno com o projeto divino revelado por Jesus Cristo,
• - Endosso divino à santidade da pessoa humana envolvida no fato e às circunstâncias em que ele se realiza...

Da Parte do ambiente e das pessoas ligadas ao fenômeno, exige-se:

• Vida exemplar da pessoa que justifique o aval de Deus, único autor de milagres
• Normalidade psíquica, equilíbrio emocional, inteligência suficiente e reta intenção.
• Obediência à Igreja e acatamento a seus legítimos pastores (em medicina eu acato e médico, em engenharia, o engenheiro, em religião eu vou decidir o que me convém?)
• Contexto de prática religiosa, bons costumes e exercício das virtudes cristãs.
• Ligação íntima com as orientações da Igreja
• Conseqüente crescimento espiritual e melhora na vida familiar e comunitária.
• Participação ativa e consciente na igreja local...

O Caso em Questão Muita tinta e saliva já se gastaram com o caso da "santa que chora no Jardim Liberdade".
À acrescentar ou relembrar apenas algumas considerações. Fenômenos desta natureza são conhecidos na área da Psicologia, da Psiquiatria e ciências correlatas.
A parapsicologia tem longa história de episódios relacionados à produção do inconsciente. Fatos que impressionam os leigos são facilmente por parapsicólogos competentes e sérios. No caso em tela, tudo parece indicar o que se chama de aporte: uma pessoa próxima da imagem de Nossa Senhora Aparecida, inconscientemente vem provocando o fenômeno. Por ser inconsciente, é risível a insistência em que "ninguém mexe na imagem, pode verificar".
Pode ninguém provocar o visivelmente o fenômeno mas como afirmar que não é produto do inconsciente de alguém? Transfira a imagem para um ambiente neutro, distante das pessoas que a cercam (o APORTE, como todo fenômeno parapsicológico tem alcance limitado) sob vigilância eletrônica constante para afastar a possibilidade de fraude e se verá se o fato continua.
Se o fato é milagroso como alguns crêem, então tem Deus como autor, pois só ele realiza milagres. As pessoas envolvidas são apenas seus ministros. Nesse caso continuam sem resposta até e até agridem o bom senso algumas questões impossíveis de esconder:
- Se Deus é Senhor da verdade e da Luz, como envia a seus filhos uma sinal tão obscuro? Que sentido tem uma imagem verter água nessa quantidade? Que quer dizer? Cada um responde o que quiser? Cada um responde o que quiser, inclusive afirmações contraditórias.
- Se Deus é ternura e misericórdia, como oferece a seus filhos um líquido que prejudica a saúde humana, como comprovou a análise do Departamento de química da UEM? Ou Deus ignorava que as pessoas iriam tomar o líquido e aplica-lo sobre órgãos lesionados ou doentes?
- Deus que escolheu Maria para enviar ao mundo seu Filho como Salvador (Lc 1, 26-39) não estaria agora submetendo-a ao ridículo? Imagem não chora. A Mãe de Jesus estaria chorando lágrima em dezenas de litros? Algum gaiato não lhe faltará ao respeito, comparando-a à "mulher chorona" da música sertaneja de gosto discutível?
- Que frutos de vida cristã e verdadeira conversão ao Evangelho vem colhendo a Igreja com esse fato? Pelo que se nota, o que havido é tão somente difusão da crendice aliada à falta de espírito crítico das pessoas que lá acorrem. Para concluir vale lembrar que a Revelação divina é o conjunto de todas e só das verdades comunicadas por Deus a seus filhos. É o que se chama revelação pública que terminou com a morte de último apóstolo (São João Evangelista). Está contida na Sagrada Escritura e na Tradição viva da Igreja professada ao longo de sua história. Nela está contido tudo o que é necessário para a nossa salvação. É prova de ignorância teológica aceitar supostas verdades que Deus tenha agora revelado por meio de tal ou tal pessoa, por mais santa que seja. Se alguém (papa, bispo, padre, pastor, teólogo, freira, catequista, professor...) disser que recebeu mensagem de Deus contrária e complementar à revelação pública estará mentindo. Qualquer revelação particular só terá alguma credibilidade se estiver em total e indiscutível harmonia com a revelação pública. Pelo que se percebe, mesmo superficialmente, não é o caso da mensagem (se é que existe alguma) no episódio da "imagem que chora". Mais uma vez, o assunto é da esfera da ciência, não da religião. Não tem nada a ver com a condição econômica da pessoa que o alimenta. Se fosse pessoa rica, ao contrário do que foi afirmado, da mesma forma nenhum bispo ou padre teria visitado. Padres e bispos têm coisas bem mais sérias para se ocpupar.

siSELO DE DEUS - Pr.Danyel: "... A questão do caráter de cidadão dos céus é muito mais interessante e de suma importância que milagres e afins...."
===========================

RESPOSTA: - Deus autentica sua verdadeira igreja com sinais do céu:

"Estes são os SINAIS que acompanharão aos que tiverem crido: em meu nome expulsarão demônios, falarão em novas línguas, pegarão em serpentes, e se beberem algum veneno mortífero, nada sofrerão; imporão as mãos sobre os enfermos, e estes ficarão curados" (Mc 16,17); e:

"Sucederá nos últimos dias, diz o Senhor, que derramarei do meu espírito sobre toda a carne. Vossos filhos e vossas filhas PROFETIZARÃO, vossos jovens TERÃO VISÕES e vossos velhos sonharão. E farei aparecerem PRODÍGIOS em cima, no céu, e SINAIS embaixo, sobre a terra". (At 2,17)

Até hoje não se conseguiu indicar ao menos um MILAGRE ocorrido em ambientes estranhos à Igreja que pudesse ser analisado pela ciência como acontece aos milhares na Igreja Católica!

É claro que o laboratório não pode abarcar o metafísico. Não obstante, sob condições rigorosamente controladas, pode-se ao menos descobrir se um fenômeno dito miraculoso, tem por causa a fraude ou a própria natureza.

As visões verdadeiras acontecem apenas na Igreja Católica. Quando a Igreja examina este fenômeno a primeira coisa que verifica é a sanidade mental do vidente. Todos os videntes foram exaustivamente examinados por médicos especialistas. No caso de Lourdes foram médicos agentes do município, em Lourdes (França) e em Fátima (Portugal) ambos comandados pela maçonaria, inimiga da Igreja; em Medjugorje (Antiga Iuguslávia) por agentes comunistas.

O dedo de Deus transparece pela grande seqüência de enorme quantidade de milagres todos comprovados (mas muitos não crêem, mesmo que à sua frente alguém ressuscite dos mortos!).

RESPONDA-ME:

NÃO É DE ESTRANHAR O FATO DE NÃO SE VERIFICAREM ESTAS AUTENTICAÇÕES DE DEUS EM SUAS IGREJAS? DESDE LUTERO ATÉ NOSSOS DIAS JÁ ACONTECEU ALGUM CASO DE VISÃO QUE FICASSE FAMOSO SEGUINDO-SE A ELE UMA GRANDE QUANTIDADE DE MILAGRES (VERDADEIROS)?

siTESTEMUNHO À PALAVRA - "Não obstante, eles se demoraram ali por muito tempo, falando com desassombro e confiança no Senhor, que dava testemunho à palavra da sua graça pelos milagres e prodígios que ele operava por mãos dos apóstolos". (Atos dos Apóstolos 14,3)

siTRANSLADAÇÃO DA CASA DE MARIA - Santa Casa de Maria em Loreto é autêntica Confirmam novos estudos arqueológicos.

LORETO, quarta-feira, 29 de março de 2006 (ZENIT.org).- Segundo um estudo arqueológico dirigido pelo arquiteto Nanni Monelli e o padre Giuseppe Santarelli, diretor da Congregação Geral da Santa Casa de Loreto, as pedras que se encontram na gruta da Anunciação em Nazaré têm a mesma origem que as pedras do altar dos Santos Apóstolos da Santa Casa de Loreto.

Esta descoberta reabriu a discussão sobre a validade histórica da trasladação da Santa Casa de Nazaré a Loreto, santuário nacional da Itália, e sobre o mistério de como aconteceu esta trasladação. Segundo a tradição, a casa foi trasladada milagrosamente desde Nazaré para Tersatto (hoje na Cracóvia) em 1291 e logo a Loreto.

Giorgio Nicolini, especialista na matéria, autor do livro em italiano «A historicidade da milagrosa trasladação da Santa Casa de Nazaré a Loreto» («La veridicità storica della miracolosa Traslazione della Santa Casa di Nazareth a Loreto») explicou a Zenit que «sobre a autenticidade da Santa Casa de Loreto como a "verdadeira Casa nazarena" de Maria não houve nunca dúvida, a não ser nos que não conhecem os estudos seculares a esse respeito; tanto que todos os sumos pontífices, durante sete séculos, confirmaram a autenticidade com solenes atas canônicas de "aprovação"».

Agora, este estudo sobre o Altar dos Apóstolos «é importante porque, além de proporcionar uma ulterior prova da autenticidade da Santa Casa de Loreto como a "Casa nazarena" de Maria, proporciona também uma "prova" ainda mais espetacular quanto à "milagrosa" "trasladação" da Santa Casa de Nazaré». A esse respeito, o beato Pio IX escrevia, na bula «Inter omnia», de 26 de agosto de 1852:

«Em Loreto venera-se aquela Casa de Nazaré, tão querida ao Coração de Deus, e que, fabricada na Galiléia, foi mais tarde separada de suas bases e, pela força divina, trasladada mais além do mar, primeiro à Dalmácia e logo à Itália».

Por ocasião da celebração litúrgica da «milagrosa» trasladação, em 10 de dezembro, Bento XVI enviou ao bispo de Loreto uma «inequívoca» e bela oração para ser recitada no Santuário, informa o autor do livro.

siVELAS - Evangélico: VELAS - UAHUAHUAHUAHUAHUHAUHAUH O CANDELABRO USAM ATE HOJE EM ISRAEL....E NÃO TEM VELAS NÃO...VELAS SÓ NA MACUMBA.... TERÇOS E ROSARIOS É PARA MEDITAÇÃO DE BUDA...USAM NO BUDISMO.....NUNCA EXISTIU ENTRE OS SANTOS DA BIBLIA.......ECA..
__________________________________

Católico: - Coitado! Fala do que não sabe. A vela não passa de um luzeiro ou seja um pavio embebido em substância combustível. Vela é uma lâmpada a combustível como qualquer outra. Onde foi que você ouviu falar que os judeus não usavam velas sobre o menorah?

Veja este texto extraído de uma publicação judaica:

"... Na primeira noite de Chanukah, reúna a família para o acendimento da chanukiyá. Antes de acender, recite a bênção apropriada (ver folheto avulso). Utilize o shamash para acender a primeira vela, no extremo direito da chanukiyá..."


siVERDADEIROS ATRIBUÍDOS AOS DEMÔNIOS - "Ele [Jesus] não expulsa demônios senão por Beelzebu, príncipe dos demônios." (Lc 11,17)

siVINDOS DO CÉU - "Aparecerão fenômenos pavorosos e grandes sinais VINDOS DO CÉU" (Lc 21,11)

sl - SALVAÇÃO

slATRAVES - 1 - DE OUTRO CRISTÃO - "Aliás, como sabes tu, ó mulher, se SALVARÁS o teu marido? Ou como sabes tu, ó marido, se SALVARÁS a tua mulher? " (I Coríntios 7,16)

slATRAVES - 2 - DOS JUDEUS - "Ora, se o seu pecado ocasionou a riqueza do mundo, e a sua decadência a riqueza dos pagãos, que não fará a sua conversão em massa? Declaro-o a vós, homens de origem pagã: como apóstolo dos pagãos, eu procuro honrar o meu ministério, com o intuito de, eventualmente, excitar à emulação os homens da minha raça e SALVAR alguns deles" (Romanos 11, 12-14)

slATRAVES - 3 - DOS SERVOS DE DEUS - "Fiz-me fraco com os fracos, a fim de ganhar os fracos. Fiz-me tudo para todos, a fim de SALVAR a todos" (I Coríntios 9,22)

slATRAVES - 4 - DOS SERVOS DE DEUS - "Olha por ti e pela instrução dos outros. E persevera nestas coisas. Se isto fizeres, SALVAR-TE-ÁS a ti mesmo e aos que te ouvirem. " (I Timóteo 4,16)

slCERTEZA DA SALVAÇÃO - 1 - "Eis uma verdade absolutamente certa e merecedora de fé: Jesus Cristo veio a este mundo para salvar os pecadores, dos quais sou eu o primeiro. " (I Timóteo 1,15)

slCERTEZA DA SALVAÇÃO - 2 - "Enquanto, pois, subsiste a promessa de entrar no seu descanso, tenhamos cuidado em que ninguém de nós corra o risco de ser excluído" (Hebreus 4,1)

slCERTEZA DA SALVAÇÃO - 3 - "Não nos cansemos de fazer o bem, porque a seu tempo colheremos, se não relaxarmos" (Gl 6,9)

slCERTEZA DA SALVAÇÃO - 4 - "Portanto, quem pensa estar de pé veja que não caia" (1 coríntios 10,12)

slCERTEZA DA SALVAÇÃO - 5 - Cristo nos ensina a sermos vigilantes veja Mt 25,1-13.
Para que ser vigilantes se já estamos salvos?

slCERTEZA DA SALVAÇÃO - 6 - "Eu também não julgo a mim mesmo. Verdade é que a minha cosciência de nada me acusa, mas nem por isto estou justificado; meu juíz é o Senhor." 1Cor 4,3-4)

slCONDENAÇÃO - O JUSTO PODE CONDENAR-SE - "Trato duramente o meu corpo e reduzo-o a servidão, a fim de que não aconteça que, tendo proclamado a mensagem aos outros, venha eu mesmo a ser reprovado." (ICor 9,27).

slDEVERES DE MÃE, MODÉSTIA, CARIDADE E SANTIDADE - "Contudo, ela poderá salvar-se, cumprindo os deveres de mãe, contanto que permaneça com modéstia na fé, na caridade e na santidade." (I Timóteo

slDIFICULDADE DE SE SALVAR - "Se o justo com dificuldade consegue salvar-se, em que situação ficará o ímpio e pecador?" (1Pd 4,18)

slFÉ E OBRAS - ASSEGURAR A PRÓPRIA ELEIÇÃO - "Portanto, irmãos, cuidai cada vez mais em assegurar a vossa vocação e eleição. Procedendo deste modo, não tropeçareis jamais. " (II São Pedro 1,10)

slNECESSIDADE DAS BOAS OBRAS - "... o homem é justificado pelas obras e não simplesmente pela fé" (Tg 2,24)

slPATRÍSTICA - SANTO AGOSTINHO - MINHA COOPERAÇÃO - "... entendo muito bem aquelas palavras do Bispo de Hipona, que soam como um maravilhoso cântico à liberdade: DEUS, QUE TE CRIOU SEM TI, NÃO TE SALVARÁ SEM TI, porque cada um de nós, tu, eu, temos sempre a possibilidade, a triste desventura, de nos levantarmos contra Deus, de rejeitá-lo, talvez só com a nossa conduta, ou de exclamar: "... não queremos que reine sobre nós" (São Lucas 19,14)".

slPELO SOFRIMENTO - "Se somos atribulados, é para a vossa consolação e salvação que o somos" (2Cor 1,6)

slPERSEVERAR ATÉ O FIM - "E sereis odiados de todos por causa de meu nome. Mas o que perseverar até o fim será salvo." (São Marcos 13,13)

slSOFRIMENTOS ACRESCENTADOS À PRISÃO - "Sei que isso me redundadrá em salvação pelas vossas orações e pelo socorro do Espírito de Jesus Cristo" (Fl 1,19)

slTORNAR CERTA A VOCAÇÃO E ELEIÇÃO - "... se possuirdes essas virtudes em abundância, elas não permitirão que sejais inúteis nem INFRUTÍFEROS... Por isto mesmo, irmãos, procurai com mais diligência CONSOLIDAR a vossa vocação e ELEIÇÃO, pois agindo desse modo, não tropeçareis jamais" (2Pd 1,8-10)


st - SANTO, SANTIDADE



stAGEM PELO ESPÍRITO SANTO - "Por isso, eu vos declaro: ninguém, falando sob a ação divina, pode dizer: Jesus seja maldito e ninguém pode dizer: Jesus é o Senhor, senão sob a ação do Espírito Santo. (1Cor 12,3)


stALMAS DOS JUSTOS ESTÃO DIANTE DE DEUS - "Eis que dois homens conversavam: eram Moisés e Elias que, aparecendo envoltos em glória, falavam de sua partida que iria se consumar em Jerusalém" (Lc 9,30-31)

stAPANHADO - VERSÍCULOS BÍBLICOS - RECEBERAM PODERES:  Rm 5,17; II Tm 2,12; Ap 5, 9-10; 20,6; 22,5 - Lc 22,30; Jo 5,45; Rm 2,27; I Cor 2,15; 6,2; 6,3; Ap 20,4 - Lc 16,9.
SÃO SERVIDOS, LOUVADOS, HONRADOS, EXALTADOS E GLORIFICADOS -  Lc 12,37 - Jo 12,26; Rm 2,7; 2,10; I Tm 3,13; I Pe 1,7; I Pe 2,7 - Jo 12,26; Rm 2,7; 2,10; I Tm 3,13; I Pe 1,7; 2,7 - Rm 2,29; I Cor 4,5; I Pe 1,7.
stBUSCAR A SANTIDADE PORQUE DEUS É SANTO... - "... assim como é santo o Deus que os chamou, também vocês tornem-se santos em todo o comportamento, porque a Escritura diz: ‘sejam santos, porque eu sou santo’." (1Pd 1,15 citando Lv 19,2; 17,1+)

stCHAMADOS A SER SANTOS - "... Deus não nos chamou para a impureza, mas para a santidade" (I Tessalonicenses 4,7);

"Deus nos salvou e chamou para a santidade, não em atenção às nossas obras, mas em virtude do seu desígnio, da graça que desde a eternidade nos destinou em Cristo Jesus" (II Timóteo 1,9)

stCONHECIMENTO - "Agora vemos como em espelho e de maneira confusa; mas depois veremos face a face. Agora o meu conhecimento é limitado, mas depois conhecerei como sou conhecido." (1Cor 13,12)

stDOM DE MILAGRES - "Respondeu-lhes Jesus: Em verdade vos declaro que, se tiverdes fé e não hesitardes, NÃO SÓ FAREIS O QUE FOI FEITO A ESTA FIGUEIRA, mas ainda se disserdes a esta montanha: Levanta-te daí e atira-te ao mar, isso se fará..." (São Mateus 21,21) "Partiram, pois, e percorriam as aldeias, pregando o Evangelho e FAZENDO CURAS por toda parte." (São Lucas 9,6) "Em verdade, em verdade vos digo: aquele que crê em mim FARÁ também as obras que eu faço, e FARÁ AINDA MAIORES do que estas, porque vou para junto do Pai." (São João 14,12) "Estêvão, cheio de graça e fortaleza, FAZIA GRANDES MILAGRES E PRODÍGIOS entre o povo." (Atos dos Apóstolos 6,8)

stENVOLTOS EM GLÓRIA - "Eis que dois homens conversavam: eram Moisés e Elias que, aparecendo envoltos em glória, falavam de sua partida que iria se consumar em Jerusalém" (Lc 9,30-31)

stIRREPREENSÍVEIS - "O Deus da paz vos conceda santidade perfeita. Que todo o vosso ser, espírito, alma e corpo, seja conservado irrepreensível para a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo! " (I Tessalonicenses 5,23)

stJUÍZES DO MUNDO - "Não sabeis que os santos julgarão o mundo? E, se o mundo há de ser julgado por vós, seríeis indignos de julgar os processos de mínima importância?" (I Coríntios 6,2)

stLOUVOR/GLÓRIA/HONRA - "Nisso deveis alegrar-vos, ainda que agora, se necessário, sejais contristados por um pouco de tempo, em virtude de várias provações, a fim de que a autenticidade comprovada de vossa fé, mais preciosa do que o ouro que perece, cuja genuinidade é provada pelo fogo, alcance louvor, glória e honra por ocasião da Revelação de Jesus Cristo". (1Pd 1,6-7)

stMODELO A SER IMITADO - Tu, porém, NÃO SEGUISTE O EXEMPLO de meu servo Davi, que guardava os meus mandamentos e me seguia de todo o seu coração, fazendo sempre o que me era agradável."

stMODELO DE SANTIDADE - PROTESTANTES E ORTODOXOS - "Há tempo que Dom Helmut Moll - da arquidiocese de Colônia -, consultor teológico na Congregação para as Causas dos Santos, disse: «Se tivesse de propor para a JMJ (Jornada Mundial da Juventude) de Colônia de 2005 um modelo de santidade, elegeria os jovens da "Rosa Branca", estudantes ortodoxos, protestantes e católicos de Munique que em 1942 lutaram para defender ante o nazismo a dignidade do homem e da religião» (Zenit, 12 de dezembro de 2003).
O grupo ousou desafiar Hitler e em nove meses escreveu e distribuiu seis publicações contra o regime - exortando o povo a que abrisse os olhos - em várias cidades do sul da Alemanha.
Tais jovens - «ricos na fé, com uma profunda visão ecumênica» - «haviam entendido que (o nazismo) representava uma grande ameaça e em seis publicações o denunciavam claramente tomando posições contra as deportações dos judeus», explicou Dom Moll, vice-postulador da causa de canonização de Edith Stein e Nicolas Gross, ambos já elevados aos altares.
Franz Josef Müller e sua esposa Britta contam-se atualmente entre os promotores da Fundação «Rosa Branca» de Munique, visitada a cada ano por mais de 20.000 pessoas. Mas ele mesmo fala aos estudantes de todo o mundo, como recentemente fez no Japão ou no colégio arcebispal de Trento, onde manteve um encontro com quinhentos jovens à margem da exposição «Rosa Branca. Rostos de uma amizade».
"Fez o que é bom aos olhos do Senhor, seguindo fielmente o exemplo de Davi, seu pai, sem se desviar nem para a direita, nem para a esquerda." (II Reis 22,2)
"Irmãos, sede meus imitadores, e olhai atentamente para os que vivem segundo o EXEMPLO QUE NÓS VOS DAMOS." (Filipenses 3,17)
"... de sorte que vos tornastes MODELO PARA TODOS os fiéis da Macedônia e da Acaia." (I Tessalonicenses 1,7)
"... TORNA-TE MODELO para os fiéis, no modo de falar e de viver, na caridade, na fé, na castidade." (I Timóteo 4,12)
"Não porque não tivéssemos direito para isso, mas foi para vos oferecer EM NÓS MESMOS UM EXEMPLO A IMITAR." (II Tessalonicenses 3,9)
"... mostra-te em tudo MODELO DE BOM COMPORTAMENTO: pela integridade na doutrina, gravidade" (Tito 2,7)
"Se encontrei misericórdia, foi para que em mim primeiro Jesus Cristo manifestasse toda a sua magnanimidade e eu servisse de exemplo para todos os que, a seguir, nele crerem, para a vida eterna." (I Timóteo 1,16)

stMORAM COM CRISTO - "Sim, estamos cheios de confiança, e preferimos deixar a mansão deste corpo par ir morar junto do Senhor" (2Cor 5,8 - v. também Fl 1,23)

stMORAM COM DEUS - "Sim, estamos cheios de confiança, e preferimos deixar a mansão deste corpo par ir morar junto do Senhor" (2Cor 5,8 - v. também Fl 1,23)

stNADA DE IMPURO - "Nela [na Jerusalém Celeste] jamais entrará algo de imundo, nem ninguém que pratique abominações e mentiras, mas unicamente aqueles cujos nomes estão inscritos no livro da vida do Cordeiro. " (Apocalipse 21,27)

stNÃO MORREREMOS - "Disseram-lhe os judeus: Agora vemos que és possuído de um demônio. Abraão morreu, e também os profetas. E tu dizes que, se alguém guardar a tua palavra, jamais provará a morte..." (São João 8,52)

stNÃO MORREREMOS - "Porque estais mortos e a vossa vida está escondida com Cristo em Deus." (Colossenses 3,3)

stPUROS - "Pois Deus não nos chamou para a impureza, mas para a santidade." (I Tessalonicenses 4,7)

stQUANTIDADE - "... 
Os homens e as mulheres que a Igreja Católica chama de "santos" são milhares, mais de vinte e sete mil, como afirma René Fullop Muller, em seu livro "Os Santos que abalaram o mundo". São de todas as condições de vida, raças, cores, culturas, países, etc. Porém, uma coisa é comum a todos: eles foram heroicamente bons; basta analisar a vida deles.

stQUE É SER SANTO? - O que é um santo? "Nós chegamos à santidade travando uma árdua batalha com nós mesmos, com a carne e com o demônio". Os homens e as mulheres que a Igreja Católica chama de "santos" são milhares, mais de vinte e sete mil, como afirma René Fullop Muller, em seu livro "Os Santos que abalaram o mundo". São de todas as condições de vida, raças, cores, culturas, países, etc. Porém, uma coisa é comum a todos: eles foram heroicamente bons; basta analisar a vida deles.

A santidade é basicamente a estreita união do homem com Deus; desse contato resulta a perfeição moral. Deus é santo por natureza; os homens são santos na medida em que se aproximam d’Ele.

No céu todos os bem-aventurados estão intimamente unidos a Deus pela visão imediata d’Ele. Isso é chamado de "visão beatífica". Todos os que estão no céu atingiram a santidade perfeita. Aqui na terra os homens são unidos a Deus por meio da graça divina. Essa graça é um dom, livremente dado por Ele, por meio do qual nos tornamos "participantes da natureza divina", como São Pedro afirma (cf. 2 Pd 1, 4). Quanto mais graça um homem tem, tanto mais semelhante a Deus se torna.

Um santo canonizado foi alguém que na terra praticou a bondade heróica em todas as suas ações. Um homem ou uma mulher não é canonizado por ter uma só virtude. Não é suficiente que ele não tenha faltas salientes. Mesmo uma pequena fraqueza é uma grande falta num santo. Um santo tem um controle perfeito de todas as virtudes. O santo não faz da sua vida espetáculo. Começa pelas virtudes sólidas, comuns da vida cristã, e depois as desenvolve até um grau extraordinário. São Vicente de Paulo costumava dizer que "um cristão não deveria fazer coisas extraordinárias, mas sim fazer extraordinariamente bem as coisas ordinárias".

Os seres humanos chegam à santidade travando uma árdua batalha com eles mesmos, com a carne e com o demônio. Partem do triste estado da nossa fraqueza comum, porém, antes de morrerem, atingem a santidade pela graça de Deus. E isso é possível a todos os batizados. Muitos santos não foram tão santos antes de se colocarem nesse caminho. Santo Agostinho assombrou o mundo pela sua "Confissão", obra que fala como ele fora na sua mocidade, um moço desajuizado que viveu as suas farras na África e na Europa até se converter. Era amasiado e tinha um filho (Adeodato) antes de se converter aos 33 anos.

Um santo vence a fraqueza. Por isso, a Igreja Católica não hesita em examinar no processo de beatificação minuciosamente tudo o que um santo fez. Santo Tomás de Aquino nasceu aristocrata e se tornou professor numa universidade. A sua característica era a simplicidade e a humildade em investigar a verdade como um dos mais profundos intelectuais de todos os tempos. Era santo. Em cada santo encontramos uma singularidade.

Os santos não foram pessoas raras e especiais que viveram numa só terra ou numa só época particular. Pertencem a todas as épocas e a todas as nacionalidades. São Policarpo, natural da Ásia Menor, viveu no século II; já São Pio X foi um italiano e um Papa do século XX. E os quatro homens que são chamados os Padres do Ocidente, a saber: Santo Agostinho, São Jerônimo, Santo Ambrósio e São Gregório Magno, eram respectivamente da África do Norte, da antiga Iugoslávia e da Itália, e viveram entre os séculos quarto e sexto. Santa Francisca Cabrini era uma freira italiana que fundou hospitais em Nova York e em Chicago. Houve mártires em Nagassaki, no Japão, e padres na Rússia, que foram declarados santos pela Igreja Católica.

O que talvez seja mais surpreendente é a enorme variedade de personalidades entre esses santos. Eram reis e rainhas; sapateiros e agricultores; sacerdotes, bispos, freiras; soldados; juristas; professores; donas-de-casa e mulheres profissionais, que se elevaram às alturas da santidade. Nenhuma classe tem o monopólio da santidade, embora talvez bispos e religiosos, por força da sua profissão, tenham mais freqüentemente chegado à santidade.



stREINAM
stJULGAM
stINTRODUZEM-NOS NOS CÉUS
stHONRA
stLOUVOR
stGLÓRIA
stSERVIDOS -
Os santos, depois desta, podem muito mais ainda que quando caminhavam conosco nesta vida. Eles receberam de Cristo o PODER de reinar, julgar e até de nos introduzir nos céus.


1 - REINAM: - (Romanos 5,17; II Timóteo 2,12; Apocalipse 5, 9-10; 20,6; 22,5);

2 - JULGAM: (São Lucas 22,30; São João 5,45; Romanos 2,27; I Coríntios 2,15; 6,2; 6,3; Apocalipse 20,4);

3 - PODEM INTRODUZIR-NOS NO CÉU: (São Lucas 16,9).

RESUMO:  (Rm 5,17; II Tm 2,12; Ap 5, 9-10; 20,6; 22,5 - Lc 22,30; Jo 5,45; Rm 2,27; I Cor 2,15; 6,2; 6,3; Ap 20,4 - Lc 16,9).

=====================

Se Deus lhes os serve, lhes dá honra, glória e louvores é porque efetivamente eles merecem e, se merecem, por que não havemos também de servi-los, honrá-los, glorificá-los e louvá-los?

1 - SÃO SERVIDOS - "Bem-aventurados os servos a quem o senhor achar vigiando, quando vier! Em verdade vos digo: cingir-se-á, fá-los-á sentar à mesa e servi-los-á". (São Lucas 12,37);

2 - HONRADOS: "... Se alguém me serve, meu Pai o honrará"(São João 12,26). Outros versículos:  Romanos 2,7; 2,10; I Timóteo 3,13; I São Pedro 1,7; I São Pedro 2,7 );

3 - GLORIFICADOS/EXALTADOS: "... que soframos com ele, para que também com ele sejamos glorificados". (Rm 8,17). Outros Versículos: Rm 8,30; Mt 23,12; Lc 1,52; Lc 14,11; Lc 18,14; etc.;

4 - LOUVADOS: "... Tal judeu recebe o louvor não dos homens, e sim de Deus". (Rm 2,29). Outros Versículos: Coríntios 4,5; I São Pedro 1,7).

RESUMO:  (Lc 12,37 - Jo 12,26; Rm 2,7; 2,10; I Tm 3,13; I Pe 1,7; I Pe 2,7 - Jo 12,26; Rm 2,7; 2,10; I Tm 3,13; I Pe 1,7; 2,7 - Rm 2,29; I Cor 4,5; I Pe 1,7).


stREQUISITO PARA ENTRAR NO CÉU - "Procurai a paz com todos e ao mesmo tempo a santidade, sem a qual ninguém pode ver o Senhor." (Hebreus 12,14)

stRESTOS MORTAIS DE SÃO PAULO - ARQUEÓLOGOS DO VATICANO IDENTIFICAM TÚMULO QUE PODERIA SER O DO APÓSTOLO SÃO PAULO Cidade do Vaticano, 24 fev (RV) - Os arqueólogos do Vaticano identificaram um túmulo, sob uma basílica romana, que identificaram como a sepultura do apóstolo Paulo. O sarcófago que, provavelmente, contém os restos mortais de São Paulo, foi encontrado na Basílica romana de São Paulo "fora dos muros" por uma equipe de arqueólogos do Vaticano. Giorgio Filippi, responsável pelo departamento epigráfico dos Museus Vaticanos informou que esse achado remonta a 2002-2003, quando foram feitas as escavações na Basílica, e que essa descoberta inédita deverá ser tornada pública pela Santa Sé, em breve. "O túmulo que descobrimos é aquele que os papas e o imperador Teodósio consideravam e apresentavam ao mundo inteiro como o do apóstolo Paulo" - assegurou o arqueólogo. O sarcófago mede cerca de dois metros, mas apenas 50 centímetros estão descobertos. A equipe de especialistas do Vaticano já realizara duas sondagens no local, a pedido do administrador pontifício da Basílica, Dom Francesco Gioia, após o Jubileu do ano 2000. Estes trabalhos permitiram aceder ao sarcófago, que está sob o altar-mor da Basílica, ou seja, no nível do solo da primeira construção, erigida por ordem de Teodósio no final do século IV. (CM)

stSABEM O QUE O SENHOR FAZ - "Já não vos chamo servos, porque o servo não sabe o que seu senhor faz; mas eu vos chamos amigos, porque tudo o que ouvi de meu Pai eu vos dei a conhecer" (Jo 15,15)

stSEMELHANTES A DEUS - "...o que seremos ainda não se manifestou. Sabemos que por ocasião desta manifestação seremos semelhantes a ele [Deus], porque o veremos tal como ele é" (1Jo 3,2)

stSERVIR - O PRÓPRIO DEUS OS SERVE - "Bem-aventurados os servos a quem o senhor achar vigiando, quando vier! Em verdade vos digo: cingir-se-á, fá-los-á sentar à mesa e servi-los-á. (São Lucas 12,37)

stVENERAÇÃO - “Vendo a rixa suscitada pelos judeus, o centurião colocou o corpo no meio e o fez queimar, como era costume. Desse modo, pudemos mais tarde recolher seus ossos [de Policarpo], mais preciosos do que pedras preciosas e mais valiosos do que o ouro, para colocá-lo em lugar conveniente. Quando possível, é aí que o Senhor nos permitirá reunir-nos, na alegria e contentamento, para celebrar o aniversário de seu martírio, em memória daqueles que combateram antes de nós, e para exercitar e preparar aqueles que deverão combater no futuro.” (Martírio de Policarpo 18 +- 160 D.C)

stVENERAÇÃO - “Ignoravam eles que não poderíamos jamais abandonar Cristo, que sofreu pela salvação de todos aqueles que são salvos no mundo, como inocente em favor dos pecadores, nem prestamos culto a outro. Nós o adoramos porque é o Filho de Deus. Quanto aos mártires, nós os amamos justamente como discípulos e imitadores do Senhor, por causa da incomparável devoção que tinham para com seu rei e mestre. Pudéssemos nós também ser seus companheiros e condiscípulos!” (Martírio de Policarpo 17:2 +- 160 D.C).

stVIVOS DIANTE DE DEUS - "Ora, ele não é Deus de mortos, mas de vivos" (Mt 22,32)



su - SANTO SUDÁRIO


suANTECEDENTE HISTÓRICOS - O sudário de Jesus aparece mencionado pela primeira vez na Lenda de Addai (escrita cerca de 260 d.C.), em conexão com o Rei Abgar V de Edessa (hoje chamada Urfa, na Turquia), que reinou entre 13 e 50 AD.

Abgar, que contraiu uma doença desconhecida debilitante, tendo ouvido contar dos milagres de Jesus, ter-lhe-ia escrito, suplicando-lhe a cura. Eusebius, um bispo cristão de Cesaréia e historiador dos primórdios da Igreja, tendo registrado sua história entre 314 AD e 324 AD, transcreve a carta, como segue:
"Abgar Uchama, o Toparca, para Jesus, que se manifestou como gracioso salvador na região de Jerusalém - saudações.
Eu ouvi contar sobre o senhor e sobre as curas que o senhor pratica sem drogas ou ervas. Se os relatórios são verdadeiros, o senhor faz cegos verem novamente e coxos caminharem; o senhor cura leprosos, expulsa espíritos impuros e demônios, cura os que sofrem de doenças crônicas e dolorosas, e ressuscita mortos.
Deus desceu do Céu para realizar tais prodígios, ou o senhor é o Filho de Deus a realizá-los.
Destarte, escrevo-lhe para suplicar-lhe que venha até mim, a despeito da inconveniência, e me cure da desordem de que sofro. "
Conta-se que Jesus teria ditado uma resposta a Abgar , a qual lhe teria sido entregue por um dos seus discípulos, Ananias. Jesus replicou:
"Bem-aventurados os que crêem em mim, sem haver-me visto! Pois está escrito sobre mim que os que me viram não acreditarão em mim, e os que não me viram acreditarão e viverão. A respeito do seu pedido para que eu vá ao seu encontro, devo cumprir tudo o que fui enviado para realizar aqui, e ao completá-lo, devo retornar imediatamente Àquele que me enviou, Quando eu for arrebatado ao alto, enviar-lhe-ei um de meus discípulos para curá-lo e levar vida a você e aos que estão com você."
Depois que o Jesus foi elevado, Tadeu, um dos discípulos dele, foi enviado à cidade de Abgar, a fim de ali curar os doentes e pregar o evangelho. Quando Abgar soube disso, mandou chamá-lo e logo depois foi curado de sua enfermidade.
Um relato afirma que Tadeu impôs as mãos em Abgar e o curou, provavelmente em 33 DC, e várias tradições sustentam que Abgar permitiu que um dos panos funerários de Jesus fosse exibido de forma proeminente na cidade, como um sinal da sua adesão a Jesus à sua missão. Este pano foi presumivelmente exibido em Edessa até algum tempo depois da morte de Abgar em 50 DC, a partir de quando parece haver desaparecido dos relatórios de Edessa, até quase 500 anos depois.
O pano mais longo, outros dos atavios funerários, é mencionado pela primeira vez por Nicephorus Callistus.
Ele escreveu em sua história eclesiástica que no ano 436 DC a Imperatriz Pulcheria fez construir em Constantinopla a basílica de Santa Maria de Blachernae, onde manteve o linho funerário de Jesus Cristo.
Em 525 DC, Edessa sofreu uma inundação terrível, que danificou grandes seções da cidade e matou quase metade da população. Durante o processo de reconstrução da cidade, descobriu-se uma câmara desconhecida sobre o portão da parede ocidental, que a lenda local afirmava ter sido o portão pelo qual Tadeu havia entrado na cidade. Naquela câmara foi encontrada uma arca contendo um dos panos funerário de Jesus, aparentemente intocado pela inundação. Esse pano foi chamado o Mandylion - uma famosa relíquia Cristã, impressão da face de Cristo num pedaço de pano.
É interessante notar que justamente nessa época começaram a aparecer nas regiões cristãs do Oriente-Próximo ícones da cabeça de Jesus que o representam com cabelo longo e várias outras características sem precedentes. Antes desse tempo, Jesus era retratado como imberbe e com cabelo curto, ao estilo das tradições romanas e gregas. A próxima referência para o próprio pano de envoltura longo vem do abade beneditino de Iona, Adamnan, que escreveu a respeito de um Bispo Arculphus que, no ano 640 DC, enquanto peregrino em Jerusalém, viu e beijou a imagem de Nosso Senhor, colocada acima de sua cabeça sepulcro.
A mortalha é mencionada num sermão dado por Papa Estêvão III em 769 DC. Ele declarou que a Imagem na mortalha (Sudário) é a do corpo de Jesus Cristo. Pois o Mediador entre Deus e homem ...estendeu o Seu Corpo inteiro no pano branco como neve, no qual a Imagem gloriosa da a Face de Senhor e do Corpo inteiro dele foram tão divinalmente impressas, que era suficiente, para os que não puderam conhecer o Senhor na carne, conhecer a impressão no pano. Assim, a Imagem venerada desde Edessa tornou-se um elemento importante no desenvolvimento da compreensão e veneração de ícones na Igreja.
Em 942 DC, a Imagem de Edessa foi levada a Constantinopla - apesar das objeções dos cidadãos de Edessa - e alojada na capela de Pharos ali localizada. Assim, ambas histórias fragmentárias situam os dois panos em Constantinopla pelo décimo século.

suCARBONO I4 - MÁ INTENÇÃO - O próprio Michael Tite, coordenador dos testes científicos e diretor do Museu Britânico, reconheceu em carta dirigida professor Lugi Gonella, consultor técnico do Arcebispado de Turim, que o carbono 14 não oferece prova alguma a favor de sua tese e confessa que "houve intenção deliberada de enganar o público".

suTESTEMUNHO DE UM CIENTISTA ATEU - Como todos sabem, as plantas liberam grande quantidade de pólens que, transportados pelo vento, fecundam outras plantas dotadas de órgãos reprodutores expostos. Os grãos que não cumprem tal função podem permanecer espalhados pelo solo ou sobre qualquer outra superfície, na proporção de milhões de unidades por metro quadrado. Cada tipo de pólen corresponde a um tipo de planta.
Essa breve aula de botânica basta para explicar uma experiência realizada em 1973 pelo cientista suiço Max Frei. Pressionando fitas adesivas sobre o Sudário de Turim, o dr. Max recolheu 57 tipos de pólens, todos correspondentes a plantas de locais onde o tecido foi exposto.
Sua descoberta:
oito dessas plantas, já extintas, existiam apenas no tempo de Cristo, na Palestina: "Alguns tipos de plantas, cujo pólen localizei, já se extingüiram. Sua presença, no passado, precisamente nos tempos de Cristo, é confirmada pelos fósseis que encontrei no lodo do Mar Morto" - afirmou o cientista em entrevista ao jornal Gazzetta del Popolo.
Amparado por sua descoberta, o dr. Max, que se diz ateu, não crê que o Sudário seja falso: "Posto que esse tecido está sob controle há pelo menos cinco séculos, a falsificação teria sido perpetrada durante a Idade Média. Mas, naquele tempo, o estudo do pólen era desconhecido. Se um falsário qualquer tivesse procurado um pedaço de linho na Palestina, impregnado de pólen daquela parte do mundo, seguramente não teria feito vir o pó da Anatólia, de Constantinopla, da Europa Central e da Europa Ocidental, também encontrados por mim no Sudário. Isso exclui qualquer possibilidade de falsificação" - declarou o cientista em 1981, em Bolonha (Itália).

tr - TRADIÇÃO

trAPANHADO - (Mt 28,20; I Cor 11, 16; I Cor 15,2; I Tss 2,13; II Tss 2, 15;II Tss 3,6; II Tm 1,12-14)

trBÍBLIA - PREGARAM APENAS - André, Filipe, Bartolomeu, Tomé, Tiago (um dos dois), Simão o Cananeu, Judas Escariotes (se é que chegou a pregar)
----------------------
PREGARAM E ESCREVERAM: Simão Pedro, Tiago (um dos dois), João, Mateus e Judas Tadeu.

trCONSERVAR O EVANGELHO COMO O APÓSTOLO PREGOU - "Por ele [o Evangelho] sereis salvos, se o conservardes como vo-lo preguei. De outra forma, em vão teríeis abraçado a fé." (I Coríntios 15,2)

trDEPÓSITO DA FÉ - "O que de mim OUVISTE na presença de muitas testemunhas, confia-o a homens fiéis, que sejam idôneos para ensiná-lo a outros! (2Tm 2,2)


trNEM TUDO FOI ESCRITO - "Jesus fez ainda muitas outras coisas. Se fossem escritas uma por uma, penso que nem o mundo inteiro poderia conter os livros que se deveriam escrever." (São João 21,25).
Que coisas fez Jesus que não foram escritas? Ensinos muitas vezes escritos de forma resumida: "ensinando em suas sinagogas" (Mt 4,23) - O que foi que Jesus ensivou?; ensinos ministrados somente aos apóstolos (Mt 13,11) - Que Cristo ensinou em particular a seus apóstolos?; liturgias, instruções diversas expressas resumidamente como "... falando das coisas do Reino de Deus" (Atos 1)- Que coisas "concernentes do Reino de Deus" ensinou Jesus?- ou "pregando o Evangelho" (Mt 9,35) - Pregando sobre o quê? - etc.
É claro que nem tudo poderia ser escrito com relação a Jesus e muito menos com relação aos apóstolos...
Muito do que não foi escrito ficou na memória da Igreja em seus gestos, ritos, costumes, interpretações mantidas por ela desde o início

Muito do que não foi escrito ficou difuso na memória da Igreja em seus gestos, ritos, costumes, interpretações mantidas por ela desde o início.

trOBSERVAR - "Ensinai-as a observar tudo o que vos prescrevi. Eis que estou convosco todos os dias, até o fim do mundo. "(São Mateus 28,20)

trORAL OU ESCRITA - "Assim, pois, irmãos, ficai firmes e conservai as tradições que de nós aprendestes, seja por palavras, seja por carta nossa. (II Thess II, 15).

trPAI -> FILHO-> SÃO PAULO -> FIÉIS -> OUTROS FIÉIS - "Sei em quem acreditei... Toma por norma as sãs palavras que ouviste de mim, na fé e no amor do Cristo Jesus. Guarda o bom depósito (παραθήκην - paratheken -) com o auxílio do Espírito Santo que habita em nós" (2Tm 1,12-14).

τὴν καλὴν παραθήκην φύλαξον διὰ πνεύματος ἁγίου τοῦ ἐνοικοῦντος ἐν ἡμῖν.


Nesta passagem o Apóstolo emprega um termo técnico da linguagem jurídica de seu tempo, o qual é altamente significativo: "paratheke".
Este vocábulo designava um tesouro confiado pelo respectivo proprietário aos cuidados de um amigo, o qual se obrigava em consciência a guardá-lo e restitui-lo; não era lícito ao depositário utilizar tal tesouro em seu proveito pessoal ou segundo seu bel-prazer.
O ato de depositar pressupunha confiança da parte de quem os recebia; severas penas eram infligidas a quem violasse tais normas. Era esta a concepção de "depósito" vigente tanto em gregos e romanos como entre judeus; atribuíam mesmo índole e autoridade religiosas à legislação concernente ao depósito. Alguns autores antigos chegaram a equiparar a religião (com suas crenças e práticas) a um depósito ('parathéke') entregue pela Divindade aos homens, depósitos que os fiéis deviam conservar ciosamente, sem o ousar retocar em ponto algum (cf. Ranft, 'Der Ursprung des Katholischen Traditionsprinzips. Wuerzburg 1931).
Pois bem. No texto de São Paulo acima citado vê-se que o depósito cristão são as palavras de doutrina que o Apóstolo fez ouvir a Timóteo, e que Paulo, por sua vez, recebeu de Cristo; esboça-se então a linha pela qual passa o depósito:
Cristo (o qual recebeu suas palavras do Pai, como Ele mesmo afirmou em Jo 8,28.40)->Paulo->Timóteo A linha continua..., conforme 2Tm 2,2:
"E, o que ouviste de mim em presença de muitas testemunhas, confia-o (ou deposita-o, 'parathou', forma verbal derivada da mesma raiz que 'paratheke') a homens fiéis que sejam capazes de o ensinar ainda a outros".
Tem-se conseqüentemente a seguinte sucessão de depositários: O Pai>Cristo>Paulo (Os Apóstolos)>Timóteo (Os discípulos imediatos dos Apóstolos)>Os Fiéis>Outros (Fiéis)
Desta forma a Escritura mesma atesta a existência de autênticas porposições doutrinárias de Cristo a ser transmitidas por via meramente oral de geração a geração, sem que os cristãos tenham o direito de as menosprezar ou, como quer que seja, retocar. Este depósito oral chegou até a geração presente e é expresso pela voz oficial da Igreja.

trPALAVRA DE DEUS - "Por isso é que também nós não cessamos de dar graças a Deus, porque RECEBESTES A PALAVRA DE DEUS, QUE DE NÓS OUVISTES, e a acolhestes, não como palavra de homens, mas como aquilo que realmente é, COMO PALAVRA DE DEUS, que age eficazmente em vós, os fiéis. "(I Tessalonicenses 2,13)

trPATRÍSTICA - IRENEU DE LION - 180 D.C. - "Com efeito, deve necessariamente estar de acordo com ela [a Igreja de Roma], por causa de sua origem mais excelente, toda a igreja, isto é, os fiéis de todos os lugares, porque nela sempre foi conservada, de maneira especial, a TRADIÇÃO QUE DERIVA DOS APÓSTOLOS" (Contra os Hereges, Livro III, 3.2)

trPATRÍSTICA - ORÍGENES - 185 d.C. - "Já que muitos, porém, são os que consideram serem de Cristo e que, apesar disto, entre eles mesmos há quem pensa diversamente dos que os antecederam,
DEVEMOS OBSERVAR A PREGAÇÃO DA IGREJA QUE NOS FOI TRANSMITIDA PELA ORDEM DE SUCESSÃO DESDE OS APÓSTOLOS E QUE NELA PERMANECE ATÉ HOJE, SOMENTE CRENDO NAQUELA VERDADE QUE EM NADA DISCORDA DA TRADIÇÃO ECLESIÁSTICA E APOSTÓLICA"
(Orígenes - nascido por volta de l85 - De Principis Prólogo e Livro IV)

trPOVO HEBREU - POVO CATÓLICO - Pq a ICAR passou a ADORAR o deus SOL? 72. RE: 6/ A ICAR e o deus SOL? O célebre edito de CONSTANTINO Autor: H. van de O. em 27/01/2004, 16:52:10 (enviar e-mail para o autor)
------------------------------------------------------------------
Meu caro "proselitismo explícito", Não, são necessárias mais evidências para mostrar a influência do edito de Constantino. Nunca negada. Parabéns pela documentação elencada, que porém se ausenta quando dás determinados juízos sobre a Igreja e quando afirmas que a ICAR adorava o deus sol. É uma julgamento apressado o que estabelece que a passagem do sábado ao domingo constitua uma passagem ao paganismo.
Sim, Constantino era um homem religiosíssimo, tinha em seu pantheon as imagens de todas as divindades adoradas no império e tinha sua devoção. Mais que religioso, porém, era um visionário político. De teologia cristã, contudo, não entendia muito, tanto que às vésperas do Concílio de Nicea, por ele mesmo convocado, em uma sua carta se perguntava como fosse possível que os padres discutíssem a respeito as duas naturezas de Cristo. Tudo bem. Mesmo o Concílio teve sua utilidade a Constantino: a unidade do império era ameaçada pela questão ariana.
Ok. Sim, tens toda razão:
Constantino serviu-se da Igreja e a Igreja serviu-se de Constantino. Não afirmo que estais errados ao observar o preceito do sábado, como concebido na "sola Scriptura". Contudo querer explicar a partir da "sola Scriptura" uma realidade para quem a vive de "et Scriptura et Traditio", parece-me difícil. Como disse em algum neste forum: questões novas exigem respostas novas (ok. talvez não o tenha dito "ipsissima verba", mas a idéia é essa).
Assim, para nós, católicos, também a tradição é importante. Especialmente porque a mesma tradição é anterior à Escritura. Quero dizer, os textos eram originalmente transmitidos oralmente. Os judeus, mais que uma cultura literária, possuiam uma cultura oralmente transmitida, "entregue" (=traditio), o mesmo vale para a sua história da salvação. E quando surgiam novas questões, surgiam interpretações novas. Por isso eles têm, além da Torah, o Targum (que originariamente era só tradução, já que no tempo de Jesus os textos eram lidos em hebraico, mas o povo falava aramaico, e com o tempo passam a ser um comentário), o Midrash, a Mishnah e o Talmud.
Mas não vem ao caso, isso só para dizer que também nós, isso, temos uma Tradição. Claro, podemos ser acusados de uma série de coisas. Mas seria uma traição ao catolicismo se rejeitássemos a Tradição. De qualquer forma, envio uma síntese de como vemos a questão, e ao final, a nossa bibliografia. Resposta a: 71. 6/ A ICAR e o deus SOL? O célebre edito de CONSTANTINO , de proselitismo explícito
=================================

O Domingo (não se confunda com o folheto das paulinas) I. Autor: H. van de O. em 27/01/2004, 20:02:24 (enviar e-mail para o autor)
A Tradição e a Escritura:

I) A questão das origens: tem-se afirmado, e não raramente, que o domingo dos cristãos (também o observam os luteranos, os anglicanos, os valdenses e os ortodoxos) dependa da uma instituição não cristã pre-existente.
- 1) Um dia consagrado ao sol, e que desse recebia o nome, encontra-se na antigüidade greco-romana do I séc. d.C; é o segundo dia da semana planetária. E, anteriormente ao edito de Constantino (bem lembrado por nosso irmão "proselitismo explícito") e ao cristianismo, não se tem notícia de uma "celebração" (verdadeira e própria) do domingo. 

Nem mesmo no culto de Mitra. É paralelamente à evolução do cristianismo que o culto de Mitra passa a ser celebrado no domingo. Trata-se de hipótese supor um originário influxo do culto solar sobre o domingo cristão.

- 2) Recentemente pensou-se ter descoberto um precursor judaico do domingo cristão depois dos textos encontrados em Qumram.

A partir daqueles textos reconstruiu-se o calendário solar em uso nesta comunidade. Tal calendário mostra que as festas recorriam a cada ano no mesmo dia da semana. Contudo, os estudos não têm sido concluídos e é apressado dizer que o referido calendário tenha tido uma importância particular.

- 3) É mais provável pensar domingo com uma origem genuinamente cristã. A primeira alusão se encontra em 1Cor 16, 2. Geralmente responde-se que a ressurreição de Cristo na manhã de pásqua seja a origem do domingo. A resposta é justa, mas parcial. De uma parte, de fato, as primeiras celebrações cristãs dominicais não se celebravam de manhã, mas à tarde (At 20,7); d'outra parte, a celebração da ressurreição de Cristo na manhã de pásqua como origem da celebração dominical matinal só é apresentada em textos do II séc. (Bárnaba 15,9; Justino, Apologia, I, 67,7). Disso supõe-se que celebravam no domingo à tarde em um primeiro momento, como atestam os Atos e Plínio, o Jovem (Ep. X, 96, 7), em continuidade com as aparições do Cristo na tarde de pásqua (Jo 20, 19) e no domingo seguinte (Jo 20, 26), passando depois à celebração matutina (cf. Bárnaba e Justino – reportados sopra).

Resposta a: 1. Pq a ICAR passou a ADORAR o deus SOL?, de Msimoes 
==========================================

75. O Domingo (ainda não é o folheto das paulinas) II. Autor: H. van de O. em 27/01/2004, 20:04:31 (enviar e-mail para o autor)
II) Relatos da Antigüidade: A celebração eucarística dominical é tocada por alguns textos que possuímos. No início, a eucaristia era celebrada à tarde (1Cor 11, 25; "Didaqué", 10,1; Plínio, o Jovem, "Ep. X, 96, 7").
Depois da proibição das "eteriae", também os cristãos tiveram de abolir a celebração vespertina (isso também aparece na carta de Plínio) e passaram a celebrá-la somente de manhã. Isso explica porque Plínio (na mesma Ep. já referida, segundo encontro) fala também de um encontro dos cristãos no domingo "in albis" (ao amanhecer). E éssa é a situação em que econtramos o texto de Justino. Na Apologia (I, 67), ele descreve a celebração eucarística dominical; e assim a Traditio Apostolica (cap. III), que por muito tempo foi atribuida a Hipólito. Textos do II e III Séc.
Resposta a: 1. Pq a ICAR passou a ADORAR o deus SOL?, de Msimoes
 ========================================

76. O Domingo III Autor: H. van de O. em 27/01/2004, 20:05:46 (enviar e-mail para o autor)
III) O Significado: A Tradição deu diversos nomes, carregados de significado teológico, ao domingo:

- 1) "Dia do Senhor" (kyriaké hémera). É a denominação cristã para o domingo (conservada em várias línguas, como as neo-latinas e as eslavas). A expressão aparece pela primeira vez em Ap (1, 10) e depois na Didaqué (14, 1), como também em Dionísio de Corinto (Eusébio, HE IV, 23, 11). Dia do Senhor é forma análoga a "ceia do Senhor" (de 1Cor 11, 20). Assim os cristãos da antigüidade entendem que celebrando o domingo celebram o dia da eucarístia, especialmente porque esta é compreendida à luz da ressurreição.

- 2) "Oitavo Dia". Aparece em Barnaba (15, 8-9), em Justino (Diálogo com Triphón, 41, 4; 138, 1), em Cipriano de Cartago (Ep. 64, 4), na Didascalia (VI, 18, 11 – 16), no Ambrosiaster (Liber quaest. 95, 2), em Basílio – o Grande – (De Spir. Sanct. 27, 64). A expressão exprime uma parte da realidade transcendente da semana, com "o domingo representando uma janela aberta à eternidade" (V. Rondorf). Além disso, a ogdoade é, na antigüidade judaica e grega um simbolo da perfeição. Com isso os cristãos entendiam que a verdadeira perfeição está no encontro com o Senhor, que tem seu ponto culminante na celebração eucarística – dominical (Würfel). Além disso, como também os batizados costumavam ser celebrados de domingo, até que passaram a ser celebrados na vigília da pásqua, e os batizados eram/são celebrados como momento de efusão do Espírito, a relação com o Espírito Santo remete também à perfeição – cf Irineu (Adversus Haereses, I, 5, 3), Clemente Alessandrino (Stromateis, V, 106, 2; VI, 108, 1), e Orígenes (Ennarrationes in psalmos, 118, 4) – e por isso, mais tarde, os batistérios serão de octogonais (coisa rara hoje, a modernidade e o desejo de criatividade muitas vezes eliminam a riqueza da simbologia - paciência).

- 3) "Primeiro Dia". É como o domingo é chamado na tradição judaica e nos evangelhos (Mc 16, 2; Jo 20, 19). Por isso a semana cristã começa com o domingo: "o dia festivo abre com um olhar religioso (cristão) a semana de trabalho" (Karl Barth). Além disso, a Tradição Bíblica atribui ao primeiro dia da criação, a criação da luz: Gen 1, 3; Justino (Apol., I, 67, 7), Eusébio (Ennarrationes in psalmos 91 [92]). Isso fez possível aos cristãos adotar sem problemas o famoso "dies solis" (sobre qual "proselitismo explícito" tão bem discorreu com riqueza de bibliografia). E Justiça toca a questão (Apol. I, 67, 3). A terminologia do "dies solis" afirmou-se porém nas línguas germânicas e anglo-saxonicas. Mas somente porque também o Cristo era comparado ao sol, ou melhor, era o verdadeiro sol vencedor: assim como o sol (os dias, as horas de luz) parece ser vencida (o dias ficam muito curtos no hemisfério norte durante o inverno, sendo o 25 de dezembro o dia mais curto do ano), também o Cristo parece ser vencido, porque morre; mas como o sol (os dias, as horas de luz) vence (e a partir do 26 começam a ficar mais longas as horas de luz), assim também o Cristo vence as trevas e ressuscita três dias depois de morto. O sol porém não redimiu ninguém, o Cristo sim: cf. Inácio de Antioquia (Mag. 9, 1), Justino (Diálogo com Triphón, 100, 4), Mel. de Sardi (Bapt. 

- 4), Orígenes (In Lev. Hom., 9, 10), Atanásio (De sabato et circumc., 5), Jerônimo (In Die Dom. Paschae Hom.).

trRECEBIDA DOS APÓSTOLOS - "Nós vos ordenamos, irmãos, em nome do Senhor Jesus Cristo, que vos afasteis de todo irmãos que leve vida desordenada e contrária à tradição que de nós receberam"(2Ts 3,6)

trSENTAI-VOS - Jesus Cristo só ensinou de viva voz, não escreveu uma só linha. - E todo o cristianismo deveria apoiar-se num livro! E Cristo não nos deu este livro! E Cristo não disse aos seus apóstolos: Sentai-vos, escrevei ou viajai e distribuí Bíblias; senão: ide e pregai; quem vos ouve a mim ouve. E os apóstolos foram fiéis à sua missão; poucos escreveram e pouco, todos pregaram e muito.

trTRANSMISSÃO DO DEPÓSITO DA FÉ - "O que de mim ouviste em presença de muitas testemunhas, confia-o a homens fiéis que, por sua vez, sejam capazes de instruir a outros" (II Timóteo 2,2)

trTRANSMITIDA PELOS APÓSTOLOS - "Eu vos louvo por vos recordardes de mim em todas as ocasiões e por conservardes as tradições tais como vô-las transmiti" (1Cor 11,2)

trUSO DO VÉU - O uso do véu, como afirma o apóstolo Paulo, é TRADIÇÃO e é também BÍBLICO. Leia suas palavras: "Se, no entanto, alguém quiser contestar, nós não temos tal costume e nem as igrejas de Deus" (I Cor 11, 16).




IR PARA<-^->


.............................CABEÇALHO
------------------------------------------------------------------------------



1) - ANOTAÇÕES APOLOGÉTICAS (27 Páginas)



2) -
MENTIRAS PROTESTANTE (Vai para outro site)



3) - ARTIGOS DIVERSOS



------------------------------------------------------------------------------