> > >

Pesquisar este blog

domingo, 27 de julho de 2008

ANOTAÇÕES - de biDEUTERCANÔNICOS (BÍBLIA-DEUTEROCANÔNICOS) a biREVELAÇÃO (BÍBLIA-REVELAÇÃO)

BI (deuterocanônicos) - BI (protestante)


ASSIM QUER O DOUTOR LUTERO - "Os zurros de tais asnos a respeito da palavra "sola" ("só") não merecem outra resposta, senão: LUTERO QUER que assim seja e o diz: ELE É DOUTOR ACIMA de todos os doutores do papado inteiro. É preciso que fique nisso. O papista, que teimar ocupar-se com a palavra "só", é preciso responder: DOUTOR LUTERO QUER que assim seja. Assim EU QUERO, assim ORDENO, a MINHA VONTADE é a razão" (Grisar II,267)




 (continuação de bi)

biDEUTEROCANÔNICOS - VÁRIOS ARGUMENTOS PROTESTANTES - 
"...[Deuterocanônicos:] 1. A comunidade judaica jamais os aceitou como canônicos; 2. Não foram aceitos por Jesus, nem pelos autores do Novo Testamento; 3. A maior parte dos primeiros grandes pais da igreja rejeitou sua canonicidade; 4. Nenhum concilio da igreja os considerou canônicos senão no final do século IV; 5.Jerônimo, o grande especialista bíblico e tradutor da Vulgata, rejeitou fortemente os livros apócrifos; 6. Muitos estudiosos católicos romanos, ainda ao longo da Reforma, Rejeitaram os livros apócrifos; 7. Nenhuma igreja ortodoxa grega, anglicana ou protestante, até a presente data, reconheceu os apócrifos como inspirados e canônicos, no sentido integral dessas palavras..."
CATÓLICO: 1. Qual das comunidades judaicas: a da Palestina ou da Alexandria? 2. MENTIRONA!!!! E por que das 350 citações no Novo Testamento, 300 são da versão alexandrina na qual constavam os sete livros expurgados pelos fariseus em Jâmnia por volta de 90 d.C.? Inclusive nos escritos paulinos se menciona episódio narrado nos Livros Macabeus. 3. Quais pais da Igreja? Citação e obra. O Apocalipse também foi colocado sob suspeita por alguns pais e, não obstante, os protestantes o aceitam. Por outra, não são os pais da Igreja que são infalíveis e sim a Igreja. 4. PELO CONTRÁRIO. Antes dessa época, a Igreja ainda não havia fechado o cânon dos livros inspirados quando então, mantendo os livros deuterocanônicos, foram expurgados 112 apócrifos sendo 52 do Velho e 60 do Novo Testamento. Gozado!!! Em todas as citações protestantes consideram como apócrifos apenas os 7 livros deuterocanônicos!!!... e os 112 expurgados pela Igreja Católica??? 5. MENTIRA!!!! 6. QUAIS???? Citações e Obras.
7. Anglicanos são também protestantes. 8. As Bíblias das I.Ortodoxas têm os deuterocanônicos. Ver: 
http://catecumenato.wordpress.com/2007/03/08/religiao-ou-seita/
'
biDIFERENÇAS1 - O cânon protestante conta apenas 38 livros, faltando, como se pode verificar, os seguintes livros: 1 e 2 dos Macabeus, Tobias, Judite, Sabedoria, Eclesiástico e Baruc. Faltam no livro de Ester uns 6 capítulos (10,4 - 16, 24) e no livro de Daniel falta a oração de Azarias, o cântico dos mancebos, o episódio de Susana e a história de Bel e do Dragão. (Pe. Júlio Maria; Ataques Protestantes às Verdades Católicas, pp. 74 - 76)
'
biDIFERENÇAS2 - PROVADAS COM A BÍBLIA - BABILÔNIA PROTESTANTE - A Bíblia não é "a unica fonte de verdade". Em lugar nenhum na Bíblia há esta afirmação, assim como em lugar nenhum da Bíblia há uma lista de quais os livros que a compõem. Só sabemos quais são porque um Papa os definiu. Sem contar que um Batista vai dizer que o batismo não é necessário e vai "provar" isso interpretando a Bíblia para fornecer "provas bíblicas"; um pentecostal vai dizer que sem "falar em línguas" a pessoa não está salva, e vai "provar" isso interpretando a Bíblia para fornecer "provas bíblicas"; um calvinista vai dizer que Deus predestina o homem para o Céu o ou Inferno e vai "provar" isso interpretando a Bíblia para fornecer "provas bíblicas"; um adventista vai negar o Dia do Senhor e vai "provar" isso interpretando a Bíblia para fornecer "provas bíblicas"...
'
biDIFERENÇAS ENTRE CATÓLICA E PROTESTANTE - A Bíblia católica tem todos os livros inspirados por Deus, que são 73 ao todo: 46 do antigo testamento e 27 do novo testamento. Na Bíblia protestante faltam sete livros, que são: Tobias, Judite, Sabedoria, Eclesiástico, Baruc, I e II Macabeus e também os capítulos 10 a 16 do livro de Ester, e os capítulos 3, 13 e 14 do livro de Daniel. Estes sete livros que faltam na Bíblia protestante não fazem parte do cânon hebraico (livros inspirados e escritos em hebraico), eles estão escritos em grego e por isso algumas seitas não os consideram inspirados por Deus. Sendo assim, não constam em sua Bíblia. Para os protestantes estes livros são apócrifos (cf. questão Nº 07), consideração errônea !
'
biEVANGELHO DIFERENTE - "Mas, ainda que alguém - nós ou um anjo baixado do céu - vos anunciasse um evangelho diferente do que vos temos anunciado, que ele seja anátema". (Gálatas 1,8)
'
biEVANGELHO DE MATEUS ESCRITO EM ARAMAICO - "Assim, Mateus publicou entre os judeus, na língua deles, o escrito dos Evangelhos, quando Pedro e Paulo evangelizavam em Roma e aí fundava a Igreja" (Ireneu - 180 d.C. "Contra as Heresias" L.III, 1,1)
'
biEVANGELHOS - TRADIÇÃO - "As seitas protestantes dizem que somente a Bíblia é fonte de revelação. Poderiam você com a "Sola Biblia" dar o capítulo e versículo donde se afirma que S. Mateus, S.Marcos, S. Lucas e S. João são os autores dos Evangelhos que levam seu nome e certificá-lo de forma apodéctica, sem ter que recorrer à Tradição da Igreja Católica? Isto é sumamente importante, já que mais de 90% do que sabemos acerca de Jesus, está nestes quatro sagrados documentos da origem do cristianismo e - seguindo vossa tese - , não encontrando na Bíblia tal afirmação, lnão são dignos de considerá-los Palavra Divina com todas suas conseqüências". Há algum protestante que pode responder a esta pergunta? "Las sectas protestantes dicen que solamente la Biblia es fuente de revelación. ¿Podrían ustedes con la sola Biblia dar el capítulo y versículo donde se afirma que S. Mateo, S. Marcos, S. Lucas y S. Juan son los autores de los Evangelios que llevan su nombre y certificarlo de forma apodíctica, sin tener que recurrir a la Tradición de la Iglesia Católica?. Esto es sumamente importante, ya que más del 90 % de lo que sabemos acerca de Jesús, está en estos cuatro (4) sagrados documentos del origen del cristianismo y –siguiendo vuestra tesis-, no encontrando en la Biblia tal afirmación, no son dignos de considerarlos Palabra Divina con todas sus consecuencias." ¿Hay algún protestante que pueda responder a esta pregunta?
'
biFALSIFICAÇÕES - "1. VEJA COMO OS PROTESTANTES ADULTERARAM A BÍBLIA Autor: MARIA em 25/05/2004, 23:45:37 (e-mail não disponível) EM TUDO QUE SE REFERE Á ESCULTURA.Veja que criminosamente acrescentaram palavras como "procissão", "se ajoelham", "se inclinam", "imagens de esculturas" e tantas outras, para simplesmente implicar com os santos.NOS ORIGINAIS DIZ: (Isaías 44:9-11,17,1&.) (9) "Os fabricantes de ídolos nada são e suas preciosas obras nada valem; para confusão deles, suas testemunhas não sabem ver nem compreender (10) Aquele que quer modelar um deus, funde uma estátua que não servirá para nada. (11) Seus fiéis ficarão decepcionados e seus operários são apenas homens. Que todos se congreguem e compareçam. Ficarão assustados e decepcionados. ...(17) Com a sobra faz um deus, um ídolo diante do qual se prostra para adora-lo e orar dizendo: "Salva-me, tu és meu deus" (1&) Falta bom senso e juízo a essa gente; têm os olhos tão fechados que não vêem, seus corações não podem compreender." (note que o origina deixa claro que ídolo é um deus). A ADULTERAÇÃO NAS BÍBLIAS EVANGÉLICAS: (Isaías 44:9-11,17,1&.) "TODOS OS ARTÍFICES DE IMAGENS DE ESCULTURA SÃO VAIDADE, e as SUAS COISAS MAIS DESEJÁVEIS SÃO DE NENHUM PRÉSTIMO; e suas mesmas testemunhas NADA VÊEM, nem entendem, para que eles seja confundidos. EIS QUE TODOS OS SEUS SEGUIDORES FICARÃO CONFUNDIDOS, pois os mesmos artífices são dentre os homens; AJUNTEM-SE TODOS E LEVANTEM-SE; ASSOMBRAR-SE-ÃO E SERÃO JUNTAMENTE CONFUNDIDOS. Então, do resto faz um DEUS, UMA IMAGEM DE ESCULTURA; AJOELHA-SE DIANTE DELA, E SE INCLINA, E LHE DIRIGE A SUA ORAÇÃO, e diz: LIVRA-ME, PORQUANTO tu és o meu deus. Nada sabem, nem entendem; porque se lhe untaram os olhos, para que não vejam, e o coração, para que não entendam". ( note quanta mudança e palavras acrescentadas, a intenção é jogar esses versículos contra o semelhante. Os pastores fazem o resto do trabalho sujo.) NOS ORIGINAIS DIZ: (Is 45,20). # Vinde, reuni-vos todos, aproximai-vos, vós que fostes salvos dentre as nações! Nada disso compreendem aqueles que trazem seu ídolo de madeira, aqueles que oram a um deus impotente para salvar. A ADULTERAÇÃO NAS BÍBLIAS EVANGÉLICAS: (Is 45,20). * CONGREGAI-VOS e vinde; chegai-vos JUNTOS, vós que ESCAPASTES das nações; NADA SABEM OS QUE CONDUZEM EM PROCISSÃO AS SUAS IMAGENS DE ESCULTURA, feitas de madeira, E ROGAM a um deus que não podem salvar. Como Deus não é "evangélico" e sabe muito bem fazer distinção entre "ídolo deus" e uma simples obra de arte recordativa feita pela mão dos cristãos, fez S. João escrever que os homens que não foram mortos pelas pragas, não se arrependeram das obras das suas mãos, feitas para não adorarem os demônios, e os ídolos de ouro, e de prata, de madeira, etc.: "E os outros homens, que não foram mortos por estas pragas, não se arrependeram das obras de suas mãos, para não adorarem os demônios, e os ídolos de ouro, e de prata, e de bronze, e de pedra, e de madeira, que nem podem ver, nem ouvir, nem andar." (AP 9:20) Seria uma grave blasfêmia destes "evangélicos", considerar Deus é um esclerosado, já que num lugar da Bíblia manda fazer imagens, esquecido que noutro lugar o teria proibido! (Ex 25,1&-20) (Num 21,&-9) (1 Rs 6,23-35 e 7,29). O Senhor encheu do Espírito de Deus, de sabedoria, de entendimento e de ciência os artífices ( artesãos ) que construíram o tabernáculo com seus móveis e suas esculturas sob a Arca, em ouro, prata, cobre, pedra e madeira. (Ex 31, 1-11) Salomão a pedido de Deus construiu o Templo de Jerusalém repleto de esculturas de bois, de leões, de flores, de anjos, do mar, etc. (1 Rs 6,23-35 e 7,29). E assim disse o Senhor: "Ouvi a tua oração e a tua súplica que, suplicando, fizeste perante mim; santifiquei a casa que edificaste, a fim de pôr ali o meu nome para sempre; e os meu olhos e o meu coração estarão ali todos os dias. (1 Rs 9, 3). Será que "evangélico" lê isso.? '
biFALSIFICAÇÕES - "Zé Carente em 11/04/2004, 15:22:42 (enviar e-mail para o autor) Somente a Igreja de Cristo tem autoridade para interpretar e determinar quais livros são ou não inspirados e guardar, livres de adulterações as sagradas letras.
'
biFALSIFICAÇÕES1
- "É que, de fato, não somos, como tantos outros, FALSIFICADORES da palavra de Deus. Mas é na sua integridade, tal como procede de Deus, que nós a pregamos em Cristo, sob os olhares de Deus. " (2Cor 2,17)

'
biFALSIFICAÇÕES2 - "Os zurros de tais asnos a respeito da palavra "sola" ("só") não merecem outra resposta, senão: LUTERO QUER que assim seja e o diz: ELE É DOUTOR ACIMA de todos os doutores do papado inteiro. É preciso que fique nisso. O papista, que teimar ocupar-se com a palavra "só", é preciso responder: DOUTOR LUTERO QUER que assim seja. Assim EU QUERO, assim ORDENO, a MINHA VONTADE é a razão" (Grisar II,267)
'
biFALSIFICAÇÕES3 - TESTEMUNHO DE PROTESTANTES
- JERÔNIMO EMSER - "Lutero vira de tal modo a Bíblia para a "fé sem as obras", que no fim, não há mais uma coisa nem outra". Indica 1400 falsificações;
- JOÃO DIETENBERGER, contemporâneo de Lutero: "O que Lutero não quer, ele o suprime da Bíblia; o que se ajusta com o seu querer ele o ajunta, em prova de seus erros". (Grisar III. 440, nota 1)
- PHILIPS VON MARNIX - "De todas as traduções em uso nas igrejas protestantes, nenhuma existe que se afaste tanto do texto original, como a de Lutero". (Tübenger Theol.: Quartalschrift, 1848);
- JOSIAS BUNSEN - assinala cerca de 3.000 passagens falsificadas, e intitula a obra de Lutero a menos exata de todas. (F. Nippold: Christian Von Bunser. 1868, III, 182)
'
biFALSIFICAÇÕES4 - TRADUÇÃO DE JOÃO FERREIRA DE ALMEIDA - OS EVANGÉLICOS DIZEM: "... jesus falou quando orares não sejam como os gentios, que por muito falarem acham que são ouvidos....não useis vãs repetiçoes... "

TEXTO ORIGINAL GREGO:
Προσευχόμενοι δὲ μὴ βατταλογήσητε ὥσπερ οἱ ἐθνικοί, δοκοῦσιν γὰρ ὅτι ἐν τῇ πολυλογίᾳ αὐτῶν εἰσακουσθήσονται.

PRONÚNCIA:Proseucomenoi de me battaloyesete osper oi atnikoi, dokousin gap oti en te poluloguia auton eisakustesontai..

TRADUÇÃO CATÓLICA:
Nas vossas orações, não multipliqueis as palavras, como fazem os pagãos que julgam que serão ouvidos à força de palavras.

TRADUÇÃO PROTESTANTE:
E, orando, não useis de vãs repetições, como os gentios, que pensam que por muito falarem serão ouvidos.

SIGNIFICADO DA PALAVRA:
βατταλογήσητε - gaguejar, isto é (por conseqüência) tagarelar tediosamente, isto é, FICAR FALANDO, FALANDO... Nada, portanto de "vãs repetições" como adulteram os protestantes para condenar os católicos.

FINALIDADE DA ADULTERAÇÃO:
Acusar falsamente a IGREJA CATÓLICA de rezar orações repetitivas. muito, embora meditadas e proferidas com muito amor.
'
biFALSIFICAÇÕES PROTESTANTES - "Não é possível de modo algum excusar este crime de Zwínglio; a cousa é por demais manifesta; (...) ." "Não o podeis negar nem ocultar porque andam pelas mãos de muitos os exemplares dedicados por Zwínglio a Francisco, rei de França, e impressos em Zurique no mês de março de 1525. Na aldeia de Munder, na Saxônia, no ano 60 eu vi na casa do reitor do colégio, Humberto, não sem grande maravilha e perturbação, exemplares da Bíblia alemã, impressas em Zurique, onde verifiquei que as palavras do Filho de Deus haviam sido adulteradas no sentido dos sonhos de Zwínglio. Em todos os quatro lugares (Mt., 26; Mc., 14; Lc., 22; I cor., 11) em que se referem as palavras da instituição do Filho de Deus, o texto achava-se assim falseado: "Das bedeutet meinen Leib, das bedeutet meinen Blut" ("isto significa o meu corpo, isto significa o meu sangue." (Conr. Schluesselburg, op. cit. f. 44 a.) (citações em padre Leonel Franca, op. cit., pág. 211).
'
biFALSOS PROFETAS - "A quem ensinará ele o conhecimento? A quem fará ele entender o que foi dito? As crianças apenas desmamadas, apenas tiradas do seio, quando diz: çav laçav; qav laqv, qav laqav; ze'êr sham, ze'êr sham. Com efeito, é com lábios gaguejantes e em uma língua estranha que ele falará a este povo. Ele [Deus] lhes dissera: "... este é o repouso! Dai repouso ao cansado: este é o lugar tranqüilo." Mas não quiseram escutar. Diante disso a palavra de Javé para eles será: çav laçav; qav laqav, qav laqav; ze'êr sham, ze'êr sham a fim de que ao caminharem caiam para trás, e se despedacem, ao serem apanhados no laço e aprisionados" (Isaias 27,9-13)
'
biFÉ - BÍBLIA E A FÉ - "... a fé vem pelo ouvido", PELO OLHO VEM A LETRA QUE MATA" (2 Cor 3,6). 

biIGREJA - QUEM É MAIOR? - A igreja é maior do que a Biblia, que é a própria palavra de Deus? Mas claro! É muito maior! A Bíblia é toda ela verdade e útil para ensinar (2Tm 3,15-17), mas tem coisas difíceis de entender (2Pd 3,16), precisa ser explicada pela Igreja (At 8,30-31; 2Pd 3,16), não foi feita para interpretação particular (2Pd 1,20-21) e não está completa (Jo 20,30-31; Jo 21,25; 2Ts 2,14). Já a Igreja é a Coluna e Fundamento da Verdade (1Tim 3,15), foi fundada pelo próprio Cristo (Mt 16,18; Mt 28,19; Mc 16,15; 1Cor 3,11; Ef 2,20; 1Pd 2,4-6), é o Corpo de Cristo (Rm 12,4; 1Cor 12,12; Ef 1,22-23; Ef 5,22; Col 1,18), e Cristo é a Cabeça da Igreja (Ef 1,22; Ef 5,23; Col 1,18), que foi comprada pelo Sangue de Cristo (At 20,28; Ef 5,25; Hb 9,12), é eterna (Mt 16,18; Mt 28,20), visível (Mt 5,14; Mc 4,30-32; Ef 2,19-22), infalível (Mt 16,18; Mt 28,20; Mc 16,16; Lc 10,16; 1Tm 3,15) e tem Autoridade dada por Deus (Mt 16,18-19; Mt 18,18; Jo 20,23).
'
biIGREJA - VER igBÍBLIA
'
biINCOMPLETA - "Tenho ainda muito que vos dizer, mas não podeis agora suportar. Quando vier o Espírito da Verdade, ele vos conduzirá à verdade completa" (Jo 16,12-13)

biINERRÂNCIA - SÓ ELA É INERRANTE - Evangélico: "A Bíblia em seus livros canônicos é que é inerrante."
Resposta: Então por quê o Sr. está contra o Papa que defendeu as Escrituras diante do esotérico Galileu, que não concordava com o livro de Josué, onde diz: "o sol se deteve ... quase um dia inteiro´ (Josué 10,13)?
Hoje se sabe que a Igreja fez muito bem defendendo a palavra de Deus como está na Bíblia em Josué 10,13, a menos que o Sr. queira discutir com Max Planck e Albert Einstein (Teoria da Relatividade):
"Se tomarmos, por exemplo, um sistema de referências fixamente ligado com a nossa Terra, teremos de afirmar que o Sol se move no céu; se, inversamente, deslocarmos o sistema de referência para uma estrela fixa, o Sol encontra-se em repouso. Na oposição entre estas duas formulações não existe contradição nem obscuridade: trata-se somente de duas maneiras diferentes de considerar as coisas. Segundo a teoria física da relatividade, que atualmente pode ser considerada como aquisição científica assegurada, ambos os sistemas de referência e os modos de consideração que lhes correspondem são igualmente corretos e igualmente justificados, e é fundamentalmente impossível, sem arbitrariedade, decidir entre eles através de quaisquer medições ou cálculos". (Max Planck, in Vorträge und Erinnerungen, Stuttgart, 1949, p. 311).
Isto claramente prova que a Igreja, não estava "errada", como pregam certos indoutos. (Resposta de FERNANDO NASCIMENTO)
'
biINSPIRAÇÃO - "A Bíblia nos fala que toda a escritura foi inspirada por Deus (II Timóteo 3:16). Mas em alguns trechos é negada a inspiração divina: I Coríntios 7:6;5:12; II Coríntios 11:17.
'
biINTERPRETAÇÃO - Não é de pessoal interpretação - (II Pe 1,20 combinado com 3.15-16).

biINTERPRETAÇÃO - A LETRA MATA - "Ele é que nos fez aptos para ser ministros da Nova Aliança, não a da letra, e sim a do Espírito. Porque a letra mata, mas o Espírito vivifica" (II Cor 3,6)

biINTERPRETAÇÃO - COISAS DIFÍCEIS - "Reconhecei que a longa paciência de nosso Senhor vos é salutar, como também vosso caríssimo irmão Paulo vos escreveu, segundo o dom de sabedoria que lhe foi dado. É o que ele faz em todas as suas cartas, nas quais fala nestes assuntos. Nelas há algumas passagens difíceis de entender, cujo sentido os espíritos ignorantes ou pouco fortalecidos deturpam, para a sua própria ruína, como o fazem também com as demais Escrituras" (II São Pedro 3,15-16)
'
biINTERPRETAÇÃO - PESSOAL - "Antes de mais nada, sabei isto: que nenhuma profecia da Escritura é de INTERPRETAÇÃO PESSOAL" (2Pd 1,20 combinado com 3,15-16)
'
biINTERPRETAÇÃO - TESTAMENTO - Um homem rico, sentindo-se morrer, pegou papel e pena e escreveu: - "DEIXO MEUS BENS À MINHA IRMÃ NÃO A MEU SOBRINHO JAMAIS SERÁ PAGA A CONTA DO ALFAIATE NADA AOS POBRES." A irmã chega e pontua assim: - "DEIXO MEUS BENS À MINHA IRMÃ, NÃO A MEU SOBRINHO. JAMAIS SERÁ PAGA A CONTA DO ALFAIATE. NADA AOS POBRES." Chega o sobrinho e faz as seguintes pontuações: - "DEIXO MEUS BENS À MINHA IRMÃ? NÃO! A MEU SOBRINHO. JAMAIS SERÁ PAGA A CONTA DO ALFAIATE. NADA AOS POBRES." Surge o alfaiate e pontua: - "DEIXO MEUS BENS À MINHA IRMÃ? NÃO! A MEU SOBRINHO? JAMAIS! SERÁ PAGA A CONTA DO ALFAIATE. NADA AOS POBRES." O juiz estudava o caso quando chegaram os pobres; um deles tomou uma das cópias e pontuou: - "DEIXO MEUS BENS À MINHA IRMÃ? NÃO! A MEU SOBRINHO? JAMAIS! SERÁ PAGA A CONTA DO ALFAIATE? NADA! AOS POBRES." Moral da estória: Assim é a vida, somos nós que colocamos os pontos e isso faz diferença!
'
biINTERPRETAÇÃO - Wagner Herbet Alves Costa (1968-2006) - Sábado 09 Abril de 2005 às 15:48:50: Prezados leitores, Diz um católico, em meio a uma discussão com um pregador protestante: - "Mudarei de religião se o senhor (pastor) provar que a sua interpretação da Bíblia é, INFALIVELMENTE, a correta e não a da Igreja Católica". E mal o pastor começou a dizer: - "Pois eu vou provar...", o católico redargüiu: "Mas o sr não acabou de dizer que nenhum homem é infalível, criticou até a existência do papa católico! Ora, se nenhum homem é infalível, sua interpretação, ou de qualquer outro pastor, pode estar errada; tanto ou até mais do que a de um papa católico (que o senhor afirma ser falível, porque é homem como o senhor)". E completou: "E não me venha dizer que é a Bíblia que está ensinado essa ou aquela doutrina de sua "igreja", pois, na verdade, esta é a "sua" interpretação do que está contido na Palavra de Deus"... "Para um luterano, a Bíblia pode dizer uma coisa; já para os batistas, ela estaria dizendo outra. E só para exemplificar, vejamos o caso do batismo de criança, interpretada diferentemente por esses dois grupos do protestantismo: um aceita-o; o outro, rejeita-o. Ambos, entretanto, alegam estarem fundamentados na única e mesma Escritura Sagrada. No fundo, portanto, não é a Bíblia quem fala, mas os diferentes intérpretes que estão a falar a partir dela (e por ela)." E continuou dizendo ao pregador protestante: "E ambos afirmam que é a Bíblia que ensina a rejeitar o batismo de crianças, no caso dos batistas; e a praticá-lo, no dizeres dos luteranos. Vê se pode uma coisa dessas! Então, dentro do protestantismo é ensinado o "sim" e o "não", concomitantemente e malignamente, contrariando a vontade do Senhor Jesus; ou estou enganado?" E mais ainda: "Se nenhum protestante (ou grupo do protestantismo) pode se arrogar ter a faculdade da infalibilidade; como poderia condenar qualquer doutrina católica? Explique-me!" "Nós (católicos) pelo menos temos a coerência de confessarmos a infalibilidade no nosso meio e, por isso, podemos contestar ensinamentos divergentes dos nossos. Mas vocês, que se confessam falíveis, [ou não confessam (pelo menos da boca para fora)?] como quererão corrigir quem quer que seja?" "Que autoridade vocês têm para tanto?" b) Prossigamos no vislumbre de mais incoerências do protestantismo... Se os da rebelião protestante defendem que cada um tem o direito de livremente examinar a Bíblia, dando cada qual sua particular interpretação; por que, ora bolas, contestam a interpretação dos católicos romanos? Ou será que o "livre' exame das Escrituras é válido, desde que as interpretações sejam "obrigatoriamente" do jeito que eles pensam? (Se for assim, que maravilha de LIVRE exame é esse que eles inventaram! Brilhante! Coisa de gênio!)... Só restaria, agora, saber qual das infindas interpretações sectárias é a correta? (Já que há mais de 30 mil denominações protestantes, e cada dia aumenta mais.) c) Bem lembra o Prof. Felipe Aquino, citando uma obra de John O'Brein, que: "Lutero começou declarando que a Bíblia podia ser interpretada por qualquer um "até mesmo pela humilde criada do moleiro; antes, até uma criança de nove anos". Mais tarde, no entanto, quando os Anabatistas, Zwinglianos e outros contrariaram as suas vistas, a Bíblia tornou-se para ele "um livro de heresias", muito obscuro e difícil de entender"[AQUINO, Felipe Rinaldo Queiro de, A minha Igreja, Editora Cleofas, Lorena-SP, 1997, p. 138].... Bela descoberta fez o "doutozinho" do Lutero que achava que cada um, simplesmente, com a Escritura nas mãos, estaria assegurado o seguimento da perfeita doutrina de Deus? O fato é que São Pedro já havia, peremptoriamente, afirmado nas próprias Escrituras Santas: Nelas "se encontram alguns pontos difíceis de entender, que os ignorantes e vacilantes torcem, como fazem com as demais Escrituras, para a sua própria perdição" (2 Ped 3,16). Mas, desse modo, a Bíblia poderia ser tida com um livro perigoso (já que uma interpretação errada conduziria a muitos para condenação eterna)?... Nas mãos não habilitadas, com certeza! Como costumo dizer: "Do mesmo jeito que um bisturi (que nas mãos do médico é um instrumento utilizado para salvar vidas) nas mãos de uma criancinha pode ser terrível; assim é a Bíblia nas mãos de pessoas despreparadas para o manuseio da Escritura Sagrada". Ademais, o mesmo remédio que cura, se mal usado, pode até matar. Agora, ponhamos a cachola para funcionar: Você acha que Deus havia instituído uma Escritura Sagrada para que cada um, a seu bel prazer, livremente interpretasse o significado de sua mensagem (correndo sério risco, inclusive, de ir para os Quintos dos Infernos) e produzindo as mais disparatadas conclusões ou, conjuntamente à Bíblia, teria estabelecido um Magistério interpretativo infalível (para que fosse conservada e garantida a unidade doutrinal salvadora)? [Afinal, qual segurança se teria com uma Bíblia infalível, se não existesse nenhuma autoridade que a interprete infalivelmente?] Porém algum desafeto do Catolicismo poderá ainda dizer: "Mas por que tem que ser o magistério católico? Por que não um magistério protestante?"... Porque, para ser o Magistério da Igreja de Cristo, primeiramente, tem que ter dois milênios e, como é mais do que sabido, a grande maioria das seitas protestantes não tem sequer 200 anos. Em segundo lugar, qual magistério protestante: o dos luteranos, ou dos batistas, ou dos adventistas, etc?" Em terceiro lugar, para existir um magistério infalível tem que se assumir, publicamente, que pelo menos um ser humano detém o carisma de infalibilidade; mas vocês afirmam, de pé juntos, que nenhum homem é infalível (negando a infalibilidade)?... Ademais, afirmar que existe um Magistério é negar o princípio da Sola Scriptura: um dos dogmas capitais do protestantismo. De todo jeito: o fato é que a Bíblia somente não basta! (Noutras palavras: a "Sola Scriptura" é completamente furada.) É preciso haver um Magistério infalível que assegure a sua legítima e inerrante interpretação. [Além do mais, a própria Escritura Sagrada fala que se deve guardar as tradições (apostólicas), não só as escritas, mas também as orais: "Guardais as tradições que vos ensinamos oralmente ou por escrito" (2 Ts 2,15); pois temos ciência de que nem tudo está registrado nas Escrituras: "Há, porém, muitas outras coisas que Jesus fez e que, se fossem escritas uma por uma, creio que o mundo não poderia conter os livros que se escreveriam" (Jo 21,25).] d) O próprio Martinho Lutero, diante de tantas seitas que já surgiam em sua época, disse: "Há tantas seitas e crenças quantas as cabeças. Um não terá nada a fazer com o Batismo; outro nega o Sacramento; um terceiro acredita que há outro mundo entre este e o último dia. Alguns ensinam que Cristo não é Deus; uns dizem isto, outros dizem aquilo. Não há rústico, por mais rude que seja, que, se sonhar ou fantasiar alguma coisa não deva ser o sussurro do Espírito Santo, e ele próprio um profeta ("Marinho Lutero" John A O'Brein, Ed. Vozes, 1979, p. 32)" [AQUINO, Filipe Rinaldo Queiroz de, A minha Igreja, Editora Cleofas, Lorena-SP, 1997, p.13"]. Entretanto, mesmo imergido no lamaçal de sua heresia, Lutero soube reconhecer (escrevendo a Zwinglio) : "É terrível ter que constatar que no passado tudo estava calmo e tranqüilo, a paz reinava em toda parte e agora surgem em todos os países seitas facciosas em abominação que causa pena. Devo confessar que as minhas doutrinas provocam muitos escândalos. Não posso negar. Muitas vezes me assusto, especialmente quando a minha consciência me recorda que destruí a situação vigente, na Igreja, calma e tranqüila"
[http://www.grandeleao.hpg.ig.ijcom.br/fran.htm]. 

E mais: "Se o mundo durar mais tempo, será necessário receber de novo os decretos de concílios (católicos) a fim de conservar a unidade da fé contra as diversas interpretações da Escritura que por aí correm" (Carta de Lutero a Zwinglio, Le Christianisme temps present, Tomo IV (7), p. 289)."[http://www.geocitesyahoo.com.br/jf_m2001/52.htm]. De fato, o protestantismo é constituído de múltiplas cabeças (que são as várias denominações que o compõem). Ele é policéfalo como o seu 'pai' maior: "Um grande Dragão, cor de fogo, com sete cabeças... o chamado Diabo ou Satanás" (Ap 12,3). Em suma: tal pai, tal filho! e) Mas, a maior esdruxularia é ouvir a afirmação de que: o Espírito Santo é quem ilumina as suas respectivas comunidades protestantes no entendimento da Palavra de Deus. [Como o Espírito de Deus pode: ensinar que é preciso guardar o Sábado numa e, ao mesmo tempo, noutra, que não é; ensinar que as almas dos mortos estão inconscientes, e ao mesmo tempo, noutra denominação, que elas estão bem conscientes; que a Eucaristia é um sacramento (para os luteranos) e, ao mesmo tempo, em outras, que é um mero símbolo; e assim por diante?] Como pode o Espírito de Verdade ser amante do "sim' e do "não" simultaneamente, que é gerador de confusão, divergência e contradição; causando, com isso, divisões e subdivisões no seio do Cristianismo? Não! Não! De forma alguma! É uma ignorância profunda acreditar nisso... O Espírito de Deus não é confusão pois, como diz a Bíblia, "Deus não é um Deus de confusão". Será, então, que é apenas uma tremenda ignorância desses tais? Tomara! Ou seria, propriamente, uma terrível blasfêmia contra o Espírito de Deus crer que Ele sustente todo esse império bestialmente conflitante, que é o protestantismo? Espero que não; pois se for, retumbam em minha mente as veementes palavras de nosso Senhor que diz que "todo pecado contra o Filho do Homem será perdoado, mas contra o Espírito Santo, nem neste século, nem no outro, será perdoado". [O que o Espírito Santo faz no que concerne à "divisão" é no sentido de separação, isto é, separando a única verdade dos múltiplos erros.] PS.: Tudo que escrevi aqui, ou em qualquer outro escrito meu, está, e sempre estará, sujeito à Santa Madre Igreja Católica. Ela que tem o poder de corrigir, refutar, completar e tudo o mais que for necessário para a conservação da integridade do Depósito da Fé. Desculpem a pressa em enviar vários escritos seguidos: é porque, provavelmente, a partir de março ficarei um bom tempo fora da internet. Por conseguinte, nesta pressa ("que é inimiga da perfeição", como diz o ditado popular), mais sujeito, a erros e equívocos, está o que escrevi... De qualquer forma, retenham o que for aproveitável e descartem o que não prestar. Wagner Herbet Alves Costa Publicado no Recanto das Letras em 02/12/2006
'
biJÂMNIA (RABINOS ALTERARAM A BÍBLIA -  POR VOLTA DE 90 D.C.) - CEGOS CONDUZINDO CEGOS - "Então se aproximaram dele seus discípulos e disseram-lhe: Sabes que os fariseus se escandalizaram com as palavras que ouviram? Jesus respondeu: Toda planta que meu Pai celeste não plantou será arrancada pela raiz. Deixai-os. São cegos e guias de cegos. Ora, se um cego conduz a outro, tombarão ambos na mesma vala" (São Mateus 15, 12-14 )
'
'
biLEIS E PROFETAS - REVOGAÇÃO - "Não penseis que vim revogar as Leis e os Profeta. Não vim revogá-los, mas dar-lhes pleno cumprimento, porque em verdade vos digo que, até que passem o céu e a terra, não será omitido nem um só "i", uma só vírgula da Lei sem que tudo seja realizado". (Mt 5,17-18)
'
biLEITURA - SÃO JERONIMO - (+420) - é um dos mestres que melhor representam esta atitude pastoral, escrevendo a Eustóquio, filha de Santa Paula: "Lê com freqüência e aprende o melhor que possas. Que o sono te encontre com o livro nas mãos e que a página sagrada acolha o teu rosto vencido pelo sono" (PL 22,404).

biLETRA QUE MATA -
"Ele é que nos fez aptos para ser ministros da Nova Aliança, não a da letra, e sim a do Espírito. Porque a letra mata, mas o Espírito vivifica. (II Coríntios 3, 6)
'
biLEVÍTICO - "Laura Schlessinger é uma personalidade do rádio americano que distribui conselhos para pessoas que ligam para seu show. Recentemente ela disse que a homossexualidade é uma abominação de acordo com Levíticos 18:22 e não pode ser perdoada em qualquer circunstância. O texto abaixo é uma carta aberta para Dra. Laura, escrita por um cidadão americano e também disponibilizada na Internet. "Cara Dra. Laura Obrigado por ter feito tanto para educar as pessoas no que diz respeito à Lei de Deus. Eu tenho aprendido muito com seu show, e tento compartilhar o conhecimento com tantas pessoas quantas posso. Quando alguém tenta defender o homossexualismo, por exemplo, eu simplesmente o lembro que Levíticos 18:22 claramente afirma que isso é uma abominação. Fim do debate. Mas eu preciso de sua ajuda, entretanto, no que diz respeito a algumas leis específicas e como seguí-las: Quando eu queimo um touro no altar como sacrifício, eu sei que isso cria um odor agradável para o Senhor (Levíticos 1:9). O problema são os meus vizinhos. Eles reclamam que o odor não é agradável para eles. Devo matá-los por heresia? Eu gostaria de vender minha filha como escrava, como é permitido em Êxodo 21:7. Na época atual, qual você acha que seria um preço justo por ela? Eu sei que não é permitido ter contato com uma mulher enquanto ela está em seu período de impureza menstrual (Levíticos 15:19-24). O problema é: como eu digo isso a ela? Eu tenho tentado, mas a maioria das mulheres toma isso como ofensa. Levíticos 25:44 afirma que eu posso possuir escravos, tanto homens quanto mulheres, se eles forem comprados de nações vizinhas. Um amigo meu diz que isso se aplica a mexicanos, mas não a canadenses. Você pode esclarecer isso? Por que eu não posso possuir canadenses? Eu tenho um vizinho que insiste em trabalhar aos sábados. Êxodo 35:2 claramente afirma que ele deve ser morto. Eu sou moralmente obrigado a matá-lo mesmo? excluir Humberto (gerenciar) 11:50(11 horas atrás) continua Um amigo meu acha que mesmo que comer moluscos seja uma abominação (Levíticos 11:10), é uma abominação menor que a homossexualidade. Eu não concordo. Você pode esclacer esse ponto? Levíticos 21:20 afirma que eu não posso me aproximar do altar de Deus se eu tiver algum defeito na visão. Eu admito que uso óculos para ler. A minha visão tem mesmo que ser 100%, ou pode-se dar um jeitinho? A maioria dos meus amigos homens apara a barba, inclusive o cabelo das têmporas, mesmo que isso seja expressamente proibido em Levíticos 19:27. Como eles devem morrer? Eu sei que tocar a pele de um porco morto me faz impuro (Levíticos 11:6-8), mas eu posso jogar futebol americano se usar luvas? (as bolas de futebol americano são feitas com pele de porco). Meu tio tem uma fazenda. Ele viola Levíticos 19:19 plantando dois tipos diferentes de vegetais no mesmo campo. Sua esposa também viola Levíticos 19:19, porque usa roupas feitas de dois tipos diferentes de tecido (algodão e poliester). Ele também tende a xingar e blasfemar muito. É realmente necessário que eu chame toda a cidade para apedrejá-los (Levíticos 24:10-16)? Nós não poderíamos simplesmente queimá-los em uma cerimônia privada, como deve ser feito com as pessoas que mantêm relações sexuais com seus sogros (Levíticos 20:14)? Eu sei que você estudou essas coisas a fundo, então estou confiante que possa ajudar. Obrigado novamente por nos lembrar que a palavra de Deus é eterna e imutável. Seu discípulo

biLUTERO - UM LIVRO DE HERESIA - "Embora Lutero desejasse restringir o princípio da interpretação privada da Escritura ao seu uso próprio, e fazer que a sua interpretação pessoal fosse aceita por todos, o seu exemplo provou-se mais contagioso do que o seu preceito. Os seus seguidores reclamaram o mesmo direito e logo começaram a dar interpretações divergentes aos mais simples textos. Assim, em Ingolstadt, em 1577, Cristóvão Rasperger citava duzentas interpretações diferentes das quatro simples palavras da consagração, Isto é o meu Corpo, interpretações sustentadas pelos sequazes dos reformadores.
(The Faith of Millions, J. A . O’Brien, Our Sunday Visitor, Huntington, Ind. 1938, p. 227).
Lutero começou declarando que a Bíblia podia ser interpretada por qualquer um até mesmo pela humilde criada ou até por uma criança de nove anos. Mais tarde, no entanto, quando os Anabatistas, Zwinglianos e outros contrariaram as suas vistas, a Bíblia tornou-se para ele UM LIVRO DE HERESIA, muito obscuro e difícil de entender." 
(http://br.geocities.com/robeline2/vidalutero.html).
'
biMACABEUS - SEPTUAGINTA - "Outros foram esquartejados, recusaram o resgate para chegar a uma ressurreição melhor" (Hb 11,35-refere-se a 2Mc 7)
'
biMALDITO QUE ANUNCIA UM OUTRO EVANGELHO - "... ainda que alguém - nós ou um anjo baixado do céu - vos anunciasse um evangelho diferente do que vos temos anunciado, que ele seja anátema." (Gálatas 1,8) -------------------------------------------38
'
biMITOLOGIA - ANIMAIS MITOLÓGICOS - "Não te alegres, ó terra dos filisteus, de que tenha sido quebrada a vara que te feria, porque da estirpe da serpente nascerá uma áspide, e seu fruto será um dragão voador." (Isaías 14,29)
biNEM TUDO FOI ESCRITO - 

SÓ VERSÍCULOS: Jo 21,15, Mt13,11, 9,35, 2Jo 1,12-13, 1Cor 11,34

"Jesus fez ainda muitas outras coisas. Se fossem escritas uma por uma, penso que nem o mundo inteiro poderia conter os livros que se deveriam escrever."  (Jo 21,25).

Que coisas fez Jesus que não foram escritas? 

- Ensinos muitas vezes mencionados resumidamente: "ensinando em suas sinagogas" (Mt 4,23); 

- ensinos ministrados somente aos apóstolos (Mt 13,11); 

- liturgias, instruções diversas expressas resumidamente como "... falando das coisas do Reino de Deus" (Atos 1);

- ou simplesmente "pregando o Evangelho" (Mt 9,35) etc.

É claro que se nem tudo pôde ser escrito com relação a Jesus, muito menos poderia ser com relação aos apóstolos:

"Apesar de ter mais coisas que vos escrever, não o quis fazer com papel e tinta, mas espero estar entre vós e conversar de viva voz, para que a vossa alegria seja perfeita. Saúdam-te os filhos de tua irmã, a escolhida" (2Jo 1,12-13)

"Tinha muitas coisas para te escrever, mas não quero fazê-lo com tinta e pena. Espero ir ver-te em breve e então falaremos de viva voz. A paz esteja contigo! Os amigos te saúdam. Saúda os amigos cada um em particular" (3Jo,13-16)

"Se alguém tem fome, coma em casa. Assim vossas reuniões não vos atrairão a condenação. As demais coisas eu determinarei quando for ter convosco" (1Cor 11,34)

MUITO DO QUE NÃO FOI ESCRITO FICOU NA MEMÓRIA. O ESPÍRITO SANTO NOS FAZ RECORDAR TUDO O QUE CRISTO NOS PRESCREVEU (São João 14,26)

biNEM TUDO - .... 

- nem tudo estava escrito (São João 21,25);

- várias coisas foram passadas por carta, mas várias também por VOZ (2João 1,12-13; 3João,13-16; 1Coríntios 11,34);

- há muitas passagens difíceis de entender (II São Pedro 3,15-16);

- devemos ler a bíblia com a ajuda de outras pessoas (Atos dos Apóstolos 8,31);

- devemos escutar os apóstolos, pois vem uma ordem de Cristo, ou seja, necessitamos de líderes que nos orientem (São Lucas 10,16 e São Mateus 18,17);

- em nenhum momento Cristo pede para que alguma coisa fosse escrito, ou seja, ele confiava que seus apóstolos pregariam a verdade;

Todas estas passagens e observações refutam qualquer argumento do "SOLA SCRIPTURA". 

'
biNOTAS - AUTÓGRAFOS ORIGINAIS - grupo de cartas e livros escritos no Grego Koiné. MANUSCRITOS DO NOVO TESTAMENTO: - cartas e livros copiados e recopiados através dos séculos e distribuídos pelo mundo. Mais de 5.000 desses manuscritos sobreviveram até hoje. TRADUÇÃO TEXTUAL BIZANTINA - O grande número destes manuscritos gregos apoiam o que se chama a tradução textual bizantina. Bizantina, porque procede do mundo todo que falava grego naquele tempo. Estes manuscritos bizantinos constituem o que se chama o TEXTO TRADICIONAL DE NOVO TESTAMENTO. O texto básico utilizado por numerosos Pais da Igreja é o mesmo texto ora conhecido como o Texto Bizantino. TEXTUS RECEPTUS - é o melhor representante impresso deste tipo textual bizantino. http://solascriptura-tt.org/Bibliologia-PreservacaoTT/OQueOCrenteDeHojePrecisaSaber-PreservacaoTT-Anderson.htm biOUVIR - "Mas Jesus replicou: Antes bem-aventurados aqueles que ouvem a palavra de Deus e a observam! " (São Lucas 11,28)
'
biPALAVRA DE DEUS? - "Estando Jesus um dia à margem do lago de Genesaré, o povo se comprimia em redor dele para ouvir a PALAVRA DE DEUS" (São Lucas 5,1). "Pela fé reconhecemos que o mundo foi formado pela PALAVRA DE DEUS e que as coisas visíveis se originaram do invisível" (Hebreus 11,3) "Esquecem-se propositadamente que desde o princípio existiam os céus e igualmente uma terra que a PALAVRA DE DEUS fizera surgir do seio das águas, no meio da água" (II São Pedro 3,5) Os evangélicos confundem BÍBLIA com PALAVRA DE DEUS
'
biPATRÍSTICA - Os evangélicos muitas vezes se recusam a aceitar o testemunho escritos pelos primeiros cristãos (patrística) alegando que só se deve citar a Bíblia. Entretanto, quando lhes interessa, fazem largo uso destes escritos. Veja exemplo: http://www.cacp.org.br/tjpais.htm EM QUE são citados: Justino Martir (100-165 aD); Irineu (125-202aD); Clemene de Alexandria (150-215 aD); "... é de suma importância analisar a doutrina dos chamados "pais da igreja" pois eles foram os responsáveis pelo povo de Deus daquela época e pela teologia que elaboraram, que até hoje serve como base para a Igreja.Do século II até o século IV, nomes como o de Clemente de Roma, Clemente de Alexandria, Inácio de Antioquia, Policarpo, Justino o mártir, Irineu de Lião, Origines, Tertuliano e outros, que foram os responsáveis por transmitir os ensinamentos bíblicos, merecem não pouco reconhecimento por sua fé, virtude e o zelo que nutriam pelo corpo de Cristo na terra - a Igreja" http://www.cacp.org.br/patristicaa.htm
'
biPEDAGOGIA DIVINA - SINAIS - "OSWALDO em 11/04/2004, 20:09:45 (e-mail não disponível) Caríssimo amigo João. Eu sou religioso e creio que a Bíblia é Palavra de Deus. Acontece que muitas vezes uma pessoa fica circunscrita num mundinho, lógico para si mesmo, mas limitado para os demais. É esta a impressão que você tem de nós. O inverso também é verdadeiro. É por isso que dialogar é uma coisa boa. Entretanto é necessária a mútua compreensão. É desta forma que comentarei cada parte de sua exposição.
1) - SUAS PALAVRAS - "[quem] escreveu foi o homem visando o dominio do homem visando dominar o homem atravez de uma doutrina ".
RESPOSTA: A Bíblia teve sua origem a partir da tradição. Como pude notar de seu escrito você acredita em Deus. Vamos supor, apenas por hipótese, que este Deus, que você acredita existir, quisesse se revelar ao homem. Sendo infinitamente sábio, como pude entender de suas palavras, naturalmente escolheria uma pessoa que fosse justa:
A - para não escandalizar a esta pessoa que acreditava em vários deuses, não diria, de cara, que tais deuses não existiam;
B - apresentar-se-ia apenas como um deus entre os deuses. Propor-lhe-ia que ele seria o "seu" deus, seu protetor;
C - faria com esta pessoa uma aliança, e, no decorrer de sua existência, manifestaria o seu poder, de tal forma que nenhum outro deus poderia fazer;
D - com o passar do tempo, como parte de sua revelação, e, como já havia demonstrado seu poder, dir-lhe-ia: "Eu sou o Deus dos deuses", isto é, o Deus principal;
E - por fim, completando a revelação sobre si mesmo, lhe diria: "Eu sou o único Deus; não existe outro Deus, senão eu". Nesta altura, sob sua direção e poder, a partir deste primeiro justo já se formou um povo, o povo do único Deus;
F - tendo o povo já organizado, torna-se necessário passar, por escrito, a verdade guardada através da tradição e sendo Deus todo-poderoso poderá inspirar a estes escritores que escrevam, não apenas com suas mãos, mas com seus próprios estilos e mesmo raciocínios, mas tudo isto sob inspiração divina. Assim no transcorrer da vida deste mesmo povo, poderão acontecer mais diversas revelações que serão, por sua vez, relatadas por escrito. À esta altura você poderá perguntar: mas como saberei que tudo isto é verdade?
G - Aqui entram os sinais do verdadeiro Deus: Os milagres incluíndo entre eles as profecias. O milagres são o sinal autenticador das verdades reveladas. Até agora, caríssimo amigo, milagres verdadeiros, que não podem ser confundidos com prestidigição, causas naturais e parapsicológicas; é por isto que a IGREJA CATÓLICA, atualmente, submete todos os milagres que acontecem em seu meio (e que não são poucos) ao rigoroso exame de equipes interconfessionais de cientistas para atestarem, através de rigoroso controle, que não se trata de efeitos provocados por nenhuma das causas atrás mencionadas. Ainda podemos apontar diversos milagres permanentes tais como - Milagre Eucarístico de Lanciano; - Milagre do Sangue de São Januário; - Milagre dos corpos incorruptos não resultantes de mumificação ou resultado de produtos químicos. Alguns corpos mantêm o frescor do cadáver mesmo passados muito e muitos anos. ...............................................
A teoria da evolução dos espíritos não possui demonstração racional para ser crida como verdadeira. Não se pode ter certeza dela.
'
biPERGUNTAS - VER hePERGUNTAS
'
biPERDIÇÃO - "É verdade que em suas cartas se encontram alguns pontos difíceis de entender, que os ignorantes e vacilantes torcem, como fazem com as demais Escrituras, para a sua própria perdição" (II São Pedro 3,16) biPREGAÇÃO - A fé vem pelo ouvido: "Logo, a fé provém da pregação e a pregação se exerce em razão da palavra de Cristo". (Rom 10, 17).
'
biPREGAÇÃO - A fé vem pelo ouvido: "Logo, a fé provém da pregação e a pregação se exerce em razão da palavra de Cristo". (Rom 10, 17).
'
biPRODUÇÃO - A IGREJA PRODUZIU A BÍBLIA, E NÃO O CONTRÁRIO - A doutrina da Sola Scriptura não dá importância - ou pelo menos grosseiramente desmerece - ao fato de que a Igreja surgiu antes da Bíblia, e não o contrário. Foi a Igreja, com efeito, que escreveu a Bíblia sob a inspiração do Deus todo-poderoso: os israelitas como a Igreja do Antigo Testamento (ou pré-católicos) e os católicos da Igreja do Novo Testamento. Nas passagens do Novo Testamento notamos que Nosso Senhor dá certa primazia à autoridade do ensino de Sua Igreja e sua proclamação em Seu nome. Por exemplo, em Mateus 28,20 vemos Jesus ordenando os apóstolos a ir e ensinar em Seu nome, fazendo discípulos em todas as nações. Em Marcos 16,15 vemos que os apóstolos são enviados a pregar a todo o mundo. E em Lucas 10,16 vemos que aquele que escuta os setenta e dois escuta o Senhor. Estes fatos são muito importantes, pois em lugar algum vemos Nosso Senhor ordenando que seus apóstolos evangelizem o mundo escrevendo em Seu nome. A ênfase está sempre na pregação do Evangelho, não na sua impressão e distribuição escrita. Então segue que o comando e a autoridade do ensino da Igreja são elementos indispensáveis como meios pelos quais a mensagem do Evangelho deve alcançar os confins do mundo. Pelo fato de a Igreja ter escrito a Bíblia, é lógico e racional dizer que somente a Igreja detém a autoridade para interpretá-la e aplicá-la. E sendo assim, por causa de sua natureza e origem, a Bíblia não pode servir como única regra de fé para os fiéis cristãos. Em outras palavras, por ter produzido a Escritura, a Igreja não elimina a necessidade de ela mesma servir como mestre e intérprete destas Escrituras. Além do mais, não é errado dizer que somente por colocar a autoridade apostólica no papel, a Igreja de alguma forma faz com que esta mesma autoridade seja superior ao ensino oral? Semelhantemente à organização que Nosso Senhor estabeleceu, Sua palavra é autoridade, mas porque esta palavra está posta em uma forma diferente da outra não significa que uma forma seja superior à outra. Pelo fato de a única Palavra de Deus ser dimórfica em sua organização, negar a autoridade de uma é negar a autoridade da outra. As formas da Palavra de Deus são complementares, não excludentes. Portanto, se há necessidade das Escrituras, também há necessidade da autoridade que a produziu. Autor: Joel Peters .

biPROIBIÇÃO - CONSERVADA E LIDA NA MISSA - Escreveu Lutero: “foi um efeito do poder de Deus que o papado preservou, em primeiro lugar, o santo batismo; em segundo, o texto dos Santos Evangelhos, que era costume ler no púlpito na língua vernácula de cada nação…” (De Missa privata, ed by Jensen, VI, Pg 92).

biPROIBIÇÃO - BÍBLIA, PROIBIÇÃO DA - TRÊS BISPOS
Data: 16-Dez-05 - 18:56
--------------------------------------------------------------------------------
Originalmente postada por ... "É notório o desinteresse do estudo bíblico ainda hoje por esta igreja. A diferença é que hoje os motivos são muito mais hipócritas. "De fato, se alguém o examinar cuidadosamente, logo descobrirá o desacordo, e verá que a nossa doutrina é muitas vezes diferente da doutrina dele, e em outras até contrária a ele; o que se o povo souber, não deixará de clamar contra nós, e seremos objetos de escárnio e ódio geral. Portanto, é necessário tirar esse livro das vistas do povo, mas com grande cuidado, para não provocar tumultos" O que estão esperando para examinar a bíblia? Tudo que é proibido não é mais gostoso? RESPOSTA: - Este texto é mais que manjado, amigo!!! Pura falsificação. Será que os protestantes não podem se defender usando apenas a verdade? Será preciso lançar mão de falsificações tão grosseiras que se notam logo à primeira vista? Outra, por que você não colocou o nome do autor e outros dados que nos facilitem a pesquisa? Eu somente identifiquei este punhado de bobagens porque já tenho conhecimento desse texto. PERGUNTA: - Mas, quem é o suposto autor ou autores de dizeres tão estúpidos? RESPOSTA: - O próprio documento informa que se trata de três dos "mais sábios" bispos da Igreja Católica: "Vicentius De Durtantibus, Egidus Falceta, Gerardus Busdragus" P - E onde se encontra este documento? Ele existe mesmo? R - Sim, existe e está arquivado na Biblioteca Imperial de Paris, fólio B, número 1088, vol. 2, págs. 641 a 650 (Estes dados constam das acusações protestantes - O nome da Biblioteca é outro: "Bibliothèque Nationale de France") P - Mas quem será o verdadeiro autor deste apócrifo? R - Segundo informa o curador desta Biblioteca, o autor é PIER PAOLO VERGERIO (1498-1565), ex-bispo de Modrusque, que, bandeando-se para o protestantismo, tornou-se um grande inimigo da Igreja. PIER PAOLO VERGERIO - l'autore del falso documento storico "Il documento si trova nella Biblioteca Nazionale di Parigi. Alcuni hanno voluto scrivere alla Biblioteca per verificare sia l'esistenza che l'autenticità di questo scritto. Assieme alle fotocopie ( http://www.infotdgeova.it/vergerio.htm - cliccare qui per la riproduzione delle pagine in formato jpg), la Biblioteca ha inviato la seguente nota nella quale si dichiara che è "impossibile che il [documento] emani da una qualunque autorità della Chiesa cattolica" NOTA - Se quiser poderei colar o inteiro teor (em francês), do parecer de "Le Conservateur responsable de la Salle des Catalogues et des Bibliographies, Raymond-Josué SECKEL".
'
biPROIBIÇÃO - TRÊS BISPOS - DECLARAÇÃO DA BIBLIOTECA - Quoique n'étant que partiellement consacré à la lecture de la Bible, le texte de Vergerio a été fréquemment utilisé dans les polémiques entre protestants et catholiques sur ce sujet, même après que la critique avait été faite par de nombreux théologiens (Consulter la thèse de Théologie protestante de A.Ch.Siegfried - La Vie et les travaux de P.P. Vergerio, Strasbourg, 1857 - in 8°, 39 p.). Il ressort de ces études que P.P.Vergerio est véritablement l'auteur du Consilium quorundam episcoporum...., dont le texte figure dans ses oeuvres complètes publiées en 1563. Ce texte fait partie des ses nombreux opuscules publiés anonymement lors de sa violente polémique avec la papauté. Il est don impossible d'admettre que le Consilium quorundam episcoporum.... émane d'une quelconque autorité de l'Eglise catholique". Tradução em italiano: "Sebbene dedicato solamente in parte alla lettura della Bibbia, il testo di Vergerio è stato frequentemente utilizzato nelle polemiche tra protestanti e cattolici su questo tema, anche dopo che la critica era stata fatta da numerosi teologi (Consultare la tesi di teologia di A.Ch.Siegrfied - La Vita e i lavori di P.P.Vergerio, Strasbourg, 1857 - in 8°, 39 p.).[2] Da questi studi risulta che P.P.Vergerio è veramente l'autore del Consilium quorundam episcoporum...., il cui testo figura nelle sue opere complete pubblicate nel 1563. Questo testo fa parte dei suoi numerosi opuscoli pubblicati anonimamente all'epoca della sua violenta polemica contro il papato. È dunque impossibile che il Consilium quorundam episcoporum.... emani da una qualunque autorità della Chiesa cattolica". Oltre a questa nota la biblioteca ha inviato anche una lettera, nella quale fra l'altro si legge: "Il testo che cercate è una critica, in chiave satirica, del papato, pubblicata nel 1553 con il titolo di Consilium quorundam episcoporum Bononiae congregatorum quod de ratione stabilendae Romane ecclesiae Iulio III P.M. datum est. Il suo autore, Paolo Pietro Vergerio (1498-1565), vescovo di Modrusch, poi di Capo d'Istria, che aderì in seguito alla Riforma verso il 1549, mette in scena tre vescovi che consigliano il papa Giulio III sul modo di ristabilire l'autorità pontificale.[3] Si veda anche questa pagina (link esterno): La Bibbia vietata ai cristiani? "Non c'è nulla di nascosto che non sarà svelato, né di segreto che non sarà conosciuto" - Luca 12:2 ------ [2] La tesi è: Adolphe-Charles Siegfried, La Vie et les travaux de Pierre-Paul Vergerio. Thèse présentée [...] pour obtenir le grade de bachelier en théologie à la Faculté de théologie protestante de Strasbourg, Strasbourg, imprimerie de Vve Berger-Levrault, 1857. [3] La lettera completa: pagina 1 - pagina 2. La ricevuta della biblioteca:link. Tradução em Português: "Embora dedicado somente em parte à leitura da Bíblia, o texto de Vergério foi freqüentemente utilizado nas polêmicas entre protestantes e católicos sobre este tema, também depois que a crítica foi realizada por numerosos teólogos (Consultar a tese de teologia de A. Ch. Siegrfied - ("A Vida e Obras de P.P.Vergério", Strabourg, 1857 - em 8º, 39 p.) [2] Destes estudos resulta que P.P.Vergério é, de fato, o autor do "Consilium quorundam episcoporum..." texto que figura em suas obras completas publicadas em 1553. Este texto faz parte dos seus numerosos opúsculos publicados anonimamente no tempo de sua violenta polêmica contra o papado. É, pois, impossível que o "Consilium quorundam episcoporum..." emane de uma autoridade qualquer da Igreja Católica". Junto a esta nota a biblioteca enviou também uma carta na qual informa: "O texto referido é uma crítica, em forma satírica, do papado, publicada em 1553 com o título de "Consilium quorundam episcoporum Bononniae congregatorum quod de ratione stabilendae Romane ecclisiae Iulio III P.M. datum est". Seu autor, Paolo Pietro Vergério (1498-1565), bispo de Modrusch, ... que aderiu em seguida à Reforma por volta de 1549, coloca em cena três bispos que aconselham o papa Julio III sobre o modo de reatabelecer a autoridade pontifical". [3] -------- [2] - A tese é: Adolphe-Charles Siegfried, La Vie et les travaux de Pierre-Paul Vergerio. Thèse présentée [...] pour obtenir le grade de bachelier en théologie à la Faculté de théologie protestante de Strasbourg, Strasbourg, imprimerie de Vve Berger-Levrault, 1857. [3] A carta completa: pagina 1 - pagina 2. O recibo da Biblioteca:link.
' biPROIBIÇÃO - TRÊS BISPOS - Em datas passadas alguém com o apelido de "Mineirinho" apareceu por aqui e dizendo-se que embora não fosse de seu feitio "desenterrar defuntos", acabou por praticar esta "exumação". Eis pois o cadáver: "A ICAR Convocou três bispos, dos mais sábios, e lhes confiou a missão de estudarem com cuidado o problema e apresentarem as sugestões cabíveis. Ao final dos estudos, aqueles bispos apresentaram ao papa (Júlio III) um documento intitulado: "Direções Concernentes Aos Métodos Adequados A Fortificar A Igreja De Roma" Tal documento está arquivado na Biblioteca Imperial de Paris, fólio B, número 1088, vol. 2, págs. 641 a 650 Seguem as conclusões a que chegaram os três bispos católicos: "Em suma, aquele livro (a Bíblia) mais do que qualquer outro tem levantado contra nós esses torvelinhos e tempestades, dos quais meramente escapamos de ser totalmente destruídos. De fato, se alguém o examinar cuidadosamente, logo descobrirá o desacordo, e verá que a nossa doutrina é muitas vezes diferente da doutrina dele, e em outras até contrária a ele; o que se o povo souber, não deixará de clamar contra nós, e seremos objetos de escárnio e ódio geral. Portanto, é necessário tirar esse livro das vistas do povo, mas com grande cuidado, para não provocar tumultos" Bolonie, 20 Octobis 1553 Vicentius De Durtantibus, Egidus Falceta, Gerardus Busdragus"
Puxa vida! Eis aqui um documento completamente identificável. Mas alguma coisa não estava "batendo". Três bispos "dos mais sábios" , fiéis ao Papa, chegar à suspeitíssima conclusão de que se alguém examinar cuidadosamente a Bíblia irá descobrir que ela está em desacordo e até contrária aos ensinamentos da Igreja... Seria muita ignorância para tão grandes sumidades! Nem me causou espanto, pois tinha certeza que se tratava de falsificação. Então me dei ao trabalho de verificar a conclui o seguinte: 1) - O documento existe; a biblioteca tem outro nome; 2) - Os autores não são os bispos mencionados e sim PAOLO PIETRO VERGERIO (1498-1565), ex-bispo de Modrusque, que, bandeando-se para o protestantismo e se tornou um grande inimigo da Igreja. Se quiser poderei mandar o inteiro teor (em francês) do parecer emitido por "Le Conservateur responsable de la Salle des Catalogues et des Bibliographies, Raymond-Josué SECKEL".

biPROTESTANTE - BÍBLIAS PROTESTANTES -  Faltam sete livros, a saber, Tobias, Judite, Sabedoria, Eclesiástico, Baruc, 1 e 2 Macabeus e partes dos livros de Ester e de Daniel.
Além disso há traduções imperfeitas, e as chamadas versões em linguagem de hoje, paráfrases, a Bíblia Viva, etc., são perigosas.  A pior Bíblia vendida pelas seitas é a chamada Tradução Novo Mundo, editada pela Sociedade da Torre de Vigia - os chamados testemunhas de Jeová.  É uma falsificação desonesta da Bíblia segundo os eruditos em Sagrada Escritura.  É pecado comprar esta falsa Bíblia.  Existem quase dois mil erros de tradução nessa falsa Bíblia das testemunhas de Jeová.
Nunca chame essas pessoas de testemunhas de Jeová.  Chame-os de testemunhas de Russel ou apenas russelittas - Russel é o fundador dessa falsa religião.  Eles não são cristãos. Cuidado com eles!
A respeito deles diz São João, o apóstolo: "a estes não recebais em vossa casa, nem o saudeis, porque quem os saúdam tomam parte em vossas obras más" (2 João 10,11).  Eles negam que Cristo é Deus.  Leiam nosso livro "Em Defesa da Fé", onde o assunto é tratado com mais detalhes.
'
biPROVAS BÍBLICAS - Esclareço-lhe que a Bíblia é o instrumento mais inadequado para provas, em consequência da sua livre interpretação. Explico-me: Lendo eu um determinado texto entendo uma coisa; você, porém, ao ler o mesmo texto entende outra coisa diametralmente oposta ao que eu entendi. Para a solução do problema não existe nenhuma autoridade que possa determinar quem é que está interpretando corretamente. Se a disputa fosse entre católicos, a pendenga seria resolvida facilmente pois temos a COLUNA E SUSTENTÁCULO DA VERDADE que, iluminada pelo Espírito Santo, pode ensinar com autoridade. Portanto, será inútil pedir o testemunho da Bíblia. Tudo acaba na pura teima sem jamais conseguirmos chegar a uma conclusão
'
biREVELAÇÃO - VERDADE PLENA - "Tenho ainda muito que vos dizer, mas não podeis agora suportar. Quando vier o Espírito da Verdade, ele vos conduzirá à verdade plena" (Jo 16,12-13).




IR PARA:<-^->


Um comentário:

luiz camacho disse...

o texto preciso ver melhor :parece que teve tradução automatica . podem me enviar um texto mais claro ?

hoje , recebi um texto de um protestnates ( blog do elias ) que ele fala em adulteraçãode textos por nós , catolicos .

.............................CABEÇALHO
------------------------------------------------------------------------------



1) - ANOTAÇÕES APOLOGÉTICAS (27 Páginas)



2) -
MENTIRAS PROTESTANTE (Vai para outro site)



3) - ARTIGOS DIVERSOS



------------------------------------------------------------------------------